Subscribe / Connect

Veja também:

ICEN - Instituto Cecílio Elias Netto
» Conheça o ICEN e suas publicações

O Passo da Paixão, o único

*Artigo e fotos/imagens  retirados do livro “Piracicaba que amamos tanto”, de Cecílio Elias Netto.

Um dos principais – senão, o principal – tesouros artísticos e históricos de Piracicaba está, com humilde recolhimento, quase escondido na Rua Prudente de Morais, próximo à Praça José Bonifácio. Trata-se do Passo da Paixão, obra notável do “pai das artes” piracicabanas, Miguel Arcanjo Benício Dutra, o Miguelzinho. Os “passos” são, desde os tempos coloniais, pequeninas capelas que demarcam as estações da Via Sacra. E, também, representações pictóricas ou esculturais de cada uma das cenas.

O Passo da Paixão, de Piracicaba – inicialmente denominado Passo São Vicente de Paula – é o único remanescente no Estado de São Paulo, após a mudança de outro, na cidade de São Vicente. Sua
origem data de 1873. Foi, na segunda metade do século 20, restaurado e está sob a administração
da Catedral de Santo Antônio.

Fique em contato

Veja também:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!

Deixe uma resposta

Limite para comentários: 60.000 caracteres, contando espaços.