Subscribe / Connect

Veja também:

Tipos de entrada Archives: Substantivo

Acabada

Com o seu místico sentido de prazer sexual. Assim, neguinho piracicabano depois que teve explosão orgástica ao ver a já citada muierada na televisão – ou qualquer muié – na televisão, conta, eufórico: “Ih, meu… Despoi que vi a tar na televisão eu dei uma puta diuma acabada que vô te contá…” Trata-se do ato consumado.

Continue lendo - Comentários (0)

Arcaide

Pode designar, indiferentemente, tanto a autoridade, o alcaide (antiga denominação de autoridade pública, prefeito), como o arcaico, com sentido de antigo. Prefeito de Piracicaba, quando passa pela rua, tem que estar preparado. Assim que é visto, a negadinha fala: “Óia lá, o arcaide. Vamo pedi emprego pra ele.” Por outro lado, num baile, por exemplo, se tem nega com roupa fora de moda, haverá sempre quem diga: “Óia lá, o vistido dela, como ela tá arcaide.” A confusão se dá quando se diz que o “arcaide é arcaide”. Deve-se entender, no caso, que o prefeito é ultrapassado. Nem Barjas escapou dessa.

Continue lendo - Comentários (0)

Áua

Ora, áua é água, quem não sabe disso? O poeta Lino Vitti tem versos imortais: “As áua de nosso rio era especiar. Tinha áua quente, áua morna, áua fria. Agora, as áua de nosso rio são um rebosteio só.“.

 

Origem:

xdfgxfgdfgdfg

Continue lendo - Comentários (0)

Bera

Sempre significando a beira, a margem, também vizinhança. Quando se vai à Rua do Porto, vai-se passear na bera do rio. Tem um hotel chamado Bera Rio e também uma televisão com esse nome. Quando se quer indicar o local da residência, nego pode explicar: “Eu moro na bera da rua Ipiranga cum Boa Morte.” Ou então: ”Eu moro berado côa Prefeitura.”

Continue lendo - Comentários (0)

Bitá

Essa só Deus sabe explicar: Bitá, em Piracicaba, significa desmaiar. “Ai, ai, ai, Jisus, acuda que eu vô bitá.”, falam as pessoas quando sentem que vão ter desmaios ou desfalecimentos. Curiosamente, porém, desmaio, substantivo, é desmaio mesmo.

Continue lendo - Comentários (0)

Cabaço

A palavra funciona, ao mesmo tempo, como substantivo ou para adjetivar. Cabaço é substantivo quando se trata do hímen feminino: “Ela ainda é virgem, tem o cabaço intato.” E pode adjetivar – de maneira positiva ou negativa – a indigitada moça. Neguinha passa na frente do Banco do Brasil, os véio já vão dizendo: “Num mexa cum essa que ela ainda é cabaço.” Ou outro velhinho retruca: “Pode mexer que ela num é mai cabaço, te agaranto.” Mas eles não sabem nada.

Continue lendo - Comentários (0)

Caoio

Substantivo que dá nome às pessoas com defeito em algum olho, o zarolho, vesgo, estrábico ou cego mesmo. Tem que ter defeito num só olho para ser caoio. Nos dois, não vale. Um famoso e amado professor de Literatura, Benedicto Antônio Cotrim, dava a dica para os seus alunos: “Quem foi memo que escreveu ‘Os Lusíada’, aquele caoio?” Em coro, a moçada respondia: “O caoio é o Camões.”

Continue lendo - Comentários (0)

Carniça

Quando substantivo feminino, carniça é aquilo mesmo que todo mundo conhece. Mas carniça, em Piracicaba, também é substantivo masculino: “Ocê é um carniça, qué pará de enchê o saco? “ – professoras falam para as criancinhas, desde os primeiros anos de escola. O carniça é o nego chato, difícil, que irrita e que atrapalha. Vejam aquele mesmo Enéas Carneiro: é carne de cabeça, mas também, um carniça.

Continue lendo - Comentários (0)

Cu pa cunfiri

Substantivo. Usa-se em situações desagradáveis, em horas de dificuldades ou de aborrecimento. Pode referir-se a pessoas ou a situações. Quando médico, no Pronto Socorro Municipal, é acordado de madrugada, fala ao paciente: “Ô, meu. Ocê também é um cu pa cunfiri, agor é hor de me acordá?” E marido, quando apanhado em flagrante, conta a sua desgraça: “Ih! Minha muié, quando descobriu, foi um cu pa cunfiri.”

Continue lendo - Comentários (0)

Foia

Substantivo, folha. A música que sempre emocionou os piracicabanos é “Foias de Outono”. Jornal importante na região foi a “Foia de Piracicaba”. Jornal, atualmente, que disputa com o “Estadão” a preferência dos leitores, é a “Foia de São Paulo”.

Continue lendo - Comentários (0)