Exposição Nossa Senhora Aparecida – Padroeira do Brasil

por-meio-de-fotograf-4-davi

Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira, 4, a Câmara abre a exposição Nossa Senhora Aparecida ­­– Padroeira do Brasil, que traz os princípios da fé para aqueles que buscam pelo colo da mãe, independente do credo e da raça, unidos em um único objetivo: o amor e a esperança. São 40 obras, produzidas pela fotógrafa Elisandra Corrêa de Campos, que leva o nome de artístico de Lis Flores, em cartaz até o dia 25 no primeiro andar do principal da Casa de Leis.

Nascida em Piracicaba, moradora do bairro Pauliceia, Lis conheceu a fotografia aos sete anos, com uma câmera Kodak, e se encantou com a possibilidade de eternizar um momento que pudesse sair do coração ao olhar.

Ela aprendeu técnicas de lomografia e pinhole – consideradas artesanais no universo da imagem – , estudou no Senai no Rio de Janeiro pela Rio Filmes e se formou em técnica de fotografia pelo Senac de Campinas. Fez parte da antologia Mente Aberta – Evolução dos Pensamentos, e-book virtual que reuniu 300 artistas de todo o Brasil. Participou de exposições fotográficas coletivas e, agora, considera sua primeira exposição solo como sendo apenas uma parte de um grande projeto a realizar sobre a fé.

“Na realidade meu sonho já era fotografar a Nossa Senhora Aparecida. Fiquei pensando que seria o ideal. Como muitas pessoas não conhece a Aparecida, que para minha surpresa eu achava que muita gente conhecia, mas muitos poucos conhecem. Então, já deixei o tema ligado para o que realmente é e para que as pessoas pudessem se identificar”, comenta a artista.

Na exposição, os visitantes podem esperar mais do que uma forma de expressão. “Pretendo fazer com que as pessoas se encontrem. Tem muitas pessoas que são religiosas, vão à igreja, mas não sabem o que é a fé. E não sabem, muitas vezes, o que uma pessoa é capaz de fazer pela fé”, explica.

As imagens foram feitas durante sua viagem para a cidade de Aparecida, onde passou um fim de semana e teve a ideia de fotografar tudo que aparecesse. “Um fotógrafo não quer perder oportunidade em nenhum momento. Então, foi uma produção exaustiva e muito produtiva”, complementa Flores.

A forma como ligou a religião à arte foi porque acredita que as pessoas passam por fases de descrença e a crença, e também por gostar de acompanhar como a religião se desenvolve no país. A artista tem como foco concluir seu trabalho não só em Piracicaba e região, mas em todos pontos do Brasil. Também tem planos para produzir um livro falando sobre a fé.

Além de fotografa, Lis Flores também é corretora de imóveis. É atriz e dançarina, mas atualmente não atua nessas atividades.

Informações sobre o evento

Datas e horários

04/05/2018–25/05/2018

Local

Câmara Municipal de Piracicaba

Rua do Rosário , 833

CEP 13400-183

Piracicaba, SP

  • (19) 3403-7130

Ingressos

  • Grátis

Visitas de segunda a sexta-feira das 8h às 17h, 

Aviso: as informações do evento são de responsabilidade do organizador e podem sofrer alterações sem aviso prévio. Confirme antes de sair de casa.

Deixe uma resposta