Documento em Destaque: “Círculo Vicioso”, de Machado de Assis

O documento em destaque de hoje é o poema “Círculo Vicioso”, escrito à mão, pelo escritor Machado de Assis.  “Círculo Vicioso”, segundo inúmeros críticos, foi escrito entre 1879—1880.

Transcrição:

Bailando no ar, gemia inquieto vagalume:
“Quem me dera que eu fosse aquela loira estrela
Que arde no eterno azul, como uma eterna vela!”
Mas a estrela, fitando a lua, com ciúme:

“Pudesse eu copiar-te o transparente lume,
Que, da grega coluna à gótica janela,
Contemplou, suspirosa, a fronte amada e bela”
Mas a lua, fitando o sol com azedume:

“Mísera! Tivesse eu aquela enorme, aquela
Claridade imortal, que toda a luz resume”!
Mas o sol, inclinando a rútila capela:

Pesa-me esta brilhante auréola de nume…
Enfara-me esta luz e desmedida umbela…
Por que não nasci eu um simples vagalume?”…

Este e outros manuscritos podem ser encontrados na exposição virtual “Manuscritos na História”, que você vê acessando este link.

Imagem: Poema “Círculo Vicioso”, de Machado de Assis. Acervo APESP. Coleção DAESP.

3 comentários

  1. Lécia Cavalcante em 02/08/2013 às 22:09

    Digite o texto aqui!

  2. Jessé Francisca em 06/02/2014 às 10:24

    Poxa, parece que foi hoje: no ano de 1969, no Colégio Estadual Darcy Vargas, atual Centro de Adestramento (do Corpo de Fuzileiros Navais, órgão da Marinha do Brasil) da Ilha da Marambaia –CADIM), obviamente situado na Ilha homônima, municipio de Mangaratiba/RJ, fiz uma redação versando sobre esse belo soneto do nosso imortal escritor e fundador da ABL senhor MACHADO DE ASSIS. Pura emoção, elevada à enésima potência de xis, ao me deparar com esse belo soneto aqui n’A Província’. Obrigado, gente, pela doce recordação! Ah, sim, tirei o 3º lugar, pois era um Concurso.

  3. […] do poema de Machado de Assis “Círculo Vicioso” na escola? Ele fala de como a gente cobiça a vida do outro e nunca estamos satisfeitos como […]

Deixe um comentário