25ª Mostra Almeida Jr será aberta na Pinacoteca

Comemorando o Jubileu de Prata de uma das mais importantes exposições de  Piracicaba, a Pinacoteca Municipal Miguel Dutra abre no  sábado (11), às 20h, a 25ª Mostra Almeida Jr, realizada pela Apap (Associação Piracicaba de Artistas Plásticos) – presidida por Gracia Nepomuceno – em parceria com a Secretaria Municipal da Ação Cultural e que ficará exposta até o dia 02 de junho. A entrada é gratuita.

Com curadoria de Odair Demarchi e Viviane Gibin, a tradicional exposição conta com um vasto leque artístico, com pinturas acadêmicas e contemporâneas, além de esculturas e fotografias.

A mostra homenageia anualmente José Ferraz de Almeida Júnior que nasceu em Itu em 8 de maio de 1850 e faleceu em Piracicaba no dia 13 de novembro de 1899, pintor aclamado  como precursor da abordagem de temática regionalista, introduzindo assuntos até então inéditos na produção acadêmica brasileira

“A tradicional Mostra Almeida Júnior chega em 2013 à sua 25ª edição com muito o que comemorar. A mostra vem ganhando força a cada ano, se tornando cada vez mais indispensável num calendário que sempre contempla as manifestações artísticas da cidade, algo com que a população piracicabana já se acostumou nos últimos anos. Parabéns a APAP e a todos os artistas participantes pela grande conquista e pelo Jubileu de Prata”

ALMEIDA JR

José Ferraz de Almeida Júnior (nasceu em Itu em 8 de maio de 1850 e faleceu em Piracicaba no dia 13 de novembro de 1899) ,foi um pintor e desenhista brasileiro da segunda metade do século XIX. É frequentemente aclamado pela historiografia como precursor da abordagem de temática regionalista, introduzindo assuntos até então inéditos na produção acadêmica brasileira: o amplo destaque conferido a personagens simples e anônimos e a fidedignidade com que retratou a cultura caipira, suprimindo a monumentalidade em voga no ensino artístico oficial em favor de um naturalismo.

Foi certamente o pintor que melhor assimilou o legado do Realismo de Gustave Courbet e de Jean-François Millet, articulando-os ao compromisso da ideologia dos salons parisienses e estabelecendo uma ponte entre o verismo intimista e a rigidez formal do academicismo, característica essa que o tornou bastante célebre ainda em vida.2 De forma semelhante, sua biografia é até hoje objeto de estudo, sendo de especial interesse as histórias e lendas relativas às circunstâncias que levaram ao seu assassinato: Almeida Júnior morreu apunhalado, vítima de um crime passional.

O Dia do Artista Plástico brasileiro é comemorado a 8 de maio, data de nascimento do pintor.
PARALELAS

Compondo a programação paralela, está aberta no Armazém 14A do Engenho Central a exposição Premiados – XXV Mostra Almeida Jr, que conta com 40 obras compostas por 14 artistas da APAP. Entre as técnicas, estão pintura figurativa e contemporânea, escultura e fotografia. A mostra pode ser vista até o dia 19 de maio.

Outra paralela acontecerá no Museu Prudente de Moraes entre os dias 14 de maio e 02 de junho e será dedicada ao artista plástico Gil Schreiber Silva, que exerceu o cargo de presidente da APAP no biênio 1999 a 2001. A exposição contará com cerca de dez obras do artista, bastante premiado pelas suas pinturas acadêmicas produzidas em óleo sobre tela, especialmente paisagens.
SERVIÇO

25ª Mostra Almeida Jr. Abertura no sábado, 11, às 20h, na Pinacoteca Municipal Miguel Dutra (rua Moraes Barros, 233, Centro). Visitações até 02 de junho, de segunda a sexta das 10h às 17h;  sábados, domingos e feriados das 14h às 18h. Entrada gratuita. Para mais informações o telefone é (19) 3433-4930.

Deixe um comentário