Arena Cultural terá MPB, rock, reggae, cururu e jazz em abril

imagesO Projeto Arena Cultural, que acontece aos domingos no espaço externo da Casa do Povoador, sempre com entrada gratuita, segue com apresentações no mês de abril. O projeto recebe no dia 7, a partir das 16h, o Trio do Porto, que apresenta um vasto leque, que vai do rock ao forró, passando pela MPB, em formato acústico.

O grupo foi formado há um ano por Sergio da Praia (violão e voz), Shelzera (violão e percussão) e Fabio Rodrigues (percussão). “Nós três morávamos no litoral, mas nos conhecemos na noite piracicabana, onde o Sergio já tocava há alguns anos”, conta Fabio Rodrigues. A expectativa dos músicos é a de realizar uma grande apresentação. “A expectativa é de contarmos com um bom público. Apresentaremso estilos musicais que certamente irão agradar a todos os gostos”, completa.

No dia 14, às 15h30, a atração será o currurueiro Moacir Siqueira, que será acompanhado pela Caravana da Vitória. Cururueiro há mais de 30 anos, Siqueira já se apresentou em várias cidades da região com o show Moacir Siqueira e a Caravana da Vitória. Em São Paulo foi convidado, diversas vezes, para participar de eventos no Palácio dos Bandeirantes, onde saudou governadores, prefeitos e outras autoridades com repentes, ramo musical que se utiliza do improviso, arrancando aplausos e elogios. Em televisão apresentou-se nos programas “Som Brasil”, e “Viola, Minha Viola”.

A atração do dia 21, também às 15h30, será o quarteto de jazz “Inspiramental”. Formado por Henrique Heredia “Manchúria” (trompete, flugelhorn e flauta), Junior Patreze (guitarra), Erivan Duarte (contrabaixo) e Felipe Trez (bateria e percussão), desde 2010, quando amigos do curso de música da Unicamp se juntaram para tocar música Instrumental, o Quarteto Inspiramental vem se inspirando e expirando seus experimentalismos, misturando os clássicos do Jazz e da MPB, com o Pop, o Soul o Rock, o Blues e tudo mais que a sua imaginação possa tocar. O simples permeado por sonoridades inusitadas, técnicas não-convencionais e efeitos eletrônicos nos instrumentos. Ousando e sofisticando.

E no dia 28, a partir das 15h, o projeto contará com a apresentação do grupo Dona Rute. Formado por Carlos Bolacha (teclado e vocal), Diego Saponga (baixo), Lukinha Reggae (violão, vocal), Rodrigo Belengo (guitarra) e Marcus Vini(bateria), o grupo Dona Rute surgiu da união de dois movimentos musicais na cidade de Piracicaba: a banda Freguesia do Ó – formada por Belengo, Bolacha,Saponga e Vini – com Lukinha Reggae que seguia carreira solo. Os cinco piracicabanos apresentam um repertório composto por canções próprias, além de clássicos da MPB, reggae e pop rock. Nessa apresentação o grupo contará ainda com a participação especial de Carlos Pele Fina (guitarra e vocal), além de projeções visuais por Juliana Mondini.

Deixe um comentário