Curso apresenta linguagem do humor a 80 professores da rede pública de ensino

O cartunista Willian Hussar nas oficinas com professores - foto Danny AndersonEntrar em contato com o universo do humor gráfico e tornar-se agente multiplicador dessa linguagem na sala de aula. Esta é a proposta da quarta edição do curso Humor na Sala de Aula, oferecido a professores das redes de ensino a partir de quarta-feira (10). As aulas semanais acontecem até 29 de maio, por meio de parceria entre as secretarias municipais da Ação Cultural e de Educação com a Diretoria de Ensino de Piracicaba.

O treinamento será feito pelo cartunista e artista plástico Willian Hussar e pela professora de educação artística e artista plástica Elisângela de Freitas Mathias, a Belê. São dois módulos (básico e avançado), num total de 14 aulas, sendo 40 participantes em cada módulo. A intenção é aproximar professores e alunos do Salão Internacional de Humor de Piracicaba, que completa 40 anos em 2013, e do Salãozinho de Humor, hoje na 11a edição.

“O curso, teórico e prático, possibilita que os professores conheçam e se aprofundem no humor gráfico, uma rica ferramenta de conhecimento e do fazer artístico”, diz Eduardo Grosso, diretor do CEDHU Piracicaba (Centro Nacional de Humor Gráfico). Os resultados são positivos, destaca Grosso, ao citar que em 2012 a 10a edição do Salãozinho de Humor recebeu 3.400 inscrições, um salto de 90% em relação ao ano anterior, quando foram enviados 1.800 trabalhos.

Este é o quarto ano em que as oficinas são realizadas, o que na avaliação do dirigente regional de ensino de Piracicaba, Fábio Augusto Negreiros, fomentam o estudo e o desenvolvimento de aprendizagem gráfica humorística. “Assim, instrumentalizamos os professores para utilizarem o humor em suas aulas, como forma de reflexão e posicionamento sobre o que acontece em nossa sociedade.”

Deixe um comentário