Dupla de palhaços ciclistas faz apresentações para discutir educação no trânsito e uso de bicicletas

O projeto Palhaços Sobre Rodas desembarca em Piracicaba em apresentações gratuitas no dia 1º/11, no Engenho Central, em frente aos Armazéns 7A/7B, para trazer ao público temas relacionados à mobilidade urbana e educação no trânsito por meio da linguagem bem-humorada e lúdica da palhaçaria. A dupla de palhaços e ciclistas Jupter e Trapino irá discutir questões como o respeito aos ciclistas e às ciclovias e o uso da bicicleta em meio ao trânsito caótico de motos, carros e ônibus, propiciando por meio do espetáculo uma reflexão sobre o cumprimento do Código de Trânsito Brasileiro e a convivência no trânsito entre todos os cidadãos: motoristas, ciclistas e pedestres.

“Pedalar em cidades com pouca ciclovia não seria uma verdadeira acrobacia? O ciclista passa diariamente por obstáculos para conseguir enfrentar um trânsito que é tão violento”, acredita a palhaça Jupter.

O Palhaços Sobre Rodas é composto pela atriz e palhaça Lia Jupter, formada pela Escola Superior de Artes Célia Helena, e pelo ator, palhaço e malabarista Alexandre Lavorini, o Trapino, membro do projeto Aprendiz de Circo do Galpão do Circo. A dupla é dirigida por Gabriela Winter, que é também palhaça e atriz.

A concepção visual do espetáculo é de responsabilidade do artista visual Fernando Timba e o projeto tem apoio da marca TwoDogs, que cederam as bicicletas com as quais os palhaços se deslocam pela cidade até os locais de apresentação.

“Quando escrevemos o projeto em 2014 só pensava no número inaceitável de mortes evitáveis no trânsito. É um tema muito urgente porque existe um aumento crescente da população de pessoas que utiliza a bicicleta como locomoção e muitos motoristas não sabem como se comportar ao ver um ciclista na rua. Queremos atingi-las por meio de nossas apresentações como palhaços”, afirma Lia.

Utilizando o humor e uma linguagem simples e clara, a dupla pretende alcançar todos os públicos, do infantil ao adulto. “Estamos falando sobre convivência no trânsito, mas não só para os ciclistas. É para a criança, para o motorista, para o pedestre. Porque tem gente que desconhece as regras e não sabe, por exemplo, a distância que outros veículos têm que manter do ciclista na ultrapassagem. A gente quer passar essas informações ao público por meio de risadas e brincadeiras”, conclui.

SERVIÇO – Palhaços Sobre Rodas. Dia 1º/11 no Parque do Engenho Central, em frente aos Armazéns 7A/7B. Às 15h (primeira apresentação); às 16h (oficina de malabares no intervalo entre as apresentações) e às 17h (segunda apresentação).

Deixe um comentário