Estreia nacional de obra e destaque do canto lírico marcam concerto da Sinfônica de Piracicaba

A Sinfônica de Piracicaba - foto Bolly VieiraA primeira audição nacional de uma grande obra e convidados especiais integram o próximo concerto da Orquestra Sinfônica de Piracicaba (OSP), no Teatro Municipal Erotídes de Campos, no Engenho Central. Duas apresentações gratuitas estão programadas no sábado, 9, véspera do Dia das Mães: o ensaio geral, às 16h30, aberto ao público, e a palestra e concerto, às 19h45. A distribuição dos ingressos começa às 14h.

Cordel no.2: Caldeirão, que abre o programa, é uma peça produzida por encomenda da Camerata Bern, da Suíça, e apresentada até então apenas naquele país, em 2006. O autor da obra é Liduíno Pitombeira, cearense com premiações em diversos concursos de composição no Brasil e nos Estados Unidos, e professor de composição da Escola de Música da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Na sequência, a OSP apresenta a suíte do balé El Amor Brujo,  composta por Manuel de Falla (1876-1946). A peça flamenca-cigana é dividida em 13 números, sendo o mais célebre deles a “Dança Ritual do Fogo”. A programação encerra com a Sinfonia em sol menor, obra de vigor, lirismo e essencialmente dramática, escrita pelo cearense Alberto Nepomuceno (1964-1920) em tributo a Johannes Brahms.

Diretor artístico e regente titular da OSP, Jamil Maluf convidou Thiago Tavares para a regência. O jovem maestro foi seu assistente na Orquestra Experimental de Repertório por três anos, de 2011 a 2014. O programa recebe ainda a meio-soprano paranaense Luciana Bueno, considerada um dos maiores nomes do canto lírico nacional, e que irá cantar as brilhantes árias da obra El Amor Brujo.

ANÁLISE – Sobre o repertório, Jamil Maluf destaca o reconhecimento de Liduíno Pitombeira no cenário internacional e o fato de a OSP fazer a estreia brasileira de uma peça já no segundo concerto da temporada. “É um fato que coloca a Sinfônica de Piracicaba entre os conjuntos sinfônicos mais ousados, de ponta do país”, diz.

Jamil define Cordel no.2 como uma obra de efeitos sonoros belíssimos, produzidos para instrumentos de cordas. Ela integra uma série que descreve personagens, fatos históricos e lendas do nordeste, e faz referência ao Caldeirão, comunidade religiosa socialista que floresceu em Juazeiro do Norte, no Ceará, na década de 30, dizimada pelo governo federal.

Na avaliação de Maluf, a presença de Luciana Bueno trará um brilho especial à suíte de balé El Amor Brujo, “cujas árias necessitam de uma voz potente e marcante como a dela”. Quanto a Thiago Tavares, Jamil diz que o jovem maestro poderá, na segunda parte do espetáculo, mostrar os motivos que fazem de Alberto Nepomuceno o grande nome do romantismo brasileiro, e a Sinfonia em sol menor, uma obra-prima.

TEMPORADA – Os concertos da temporada seguem até dezembro e comemoram os 115 anos da Sinfônica de Piracicaba. A estreia ocorreu em 11 de abril, com ampla repercussão nacional e todas as poltronas do teatro ocupadas. Os recursos são provenientes da Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio da Semac (Secretaria Municipal da Ação Cultural).

Como forma de contemplar o maior número de pessoas, a OSP definiu novos critérios para a distribuição de ingressos, que podem ser retirados na bilheteria do Teatro do Engenho a partir das 14h, no dia do concerto. É possível optar entre o ensaio geral, às 16h30, aberto ao público, ou para a palestra e concerto, às 19h45. A capacidade da casa de espetáculos é de 422 lugares em cada apresentação.

A palestra O Meu Concerto de Hoje acontece apenas na apresentação das 19h45. Ela está aos cuidados de Jorge Coli, professor de história da arte e da cultura na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), onde dirige o Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

SERVIÇO – Temporada 2015 da Orquestra Sinfônica de Piracicaba. Sábado, 9, no Teatro Erotídes de Campos (avenida Maurice Allain, Parque do Engenho Central). Horários: 16h30 (ensaio aberto ao público) ou 19h45 (palestra e concerto). Ingressos gratuitos, com distribuição a partir das 14h. Classificação livre. Informações: (19) 3413-8526.

Deixe um comentário