Júri definirá obras que vão fazer parte do 42º Salão Internacional de Humor de Piracicaba

Gerardo Blumenkrantz - EUA - CartumOs trabalhos que vão compor a mostra competitiva do 42º Salão Internacional de Humor de Piracicaba serão definidos neste final de semana. O júri de seleção do evento se reunirá nos dias 25 e 26 de julho (sábado e domingo próximos) no Hotel Center Flat Service, a partir das 9h, para escolher, entre as 2.984 obras inscritas, aquelas que serão expostas no Armazém 14 do Engenho Central entre os dias 22 de agosto e 04 de outubro. O salão é realizado pela Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal da Ação Cultural (Semac) e Centro Nacional do Humor Gráfico (Cedhu).

O júri de seleção é formado por Alcy (cartunista), Marcelo Madureira (humorista do Casseta & Planeta), Paulo Tadeu (Editora Matrix), Natália Forcat (cartunista, ilustradora), Marcela Benvegnu (jornalista especialista em cultura), Daniel Kondo (cartunista, ilustrador) e André Conti (Editora Cia. das Letras). Sob a presidência de Alcy, caberá a esses profissionais a tarefa de analisar as obras inscritas nas categorias cartum, caricatura, charge e tiras/histórias em quadrinhos, além dos trabalhos com o tema Corrupção.

“Mais uma vez, recebemos trabalhos de grande qualidade, produzidos por artistas de diferentes partes do mundo. Como é tradição, teremos um júri bastante qualificado para analisar e selecionar esses trabalhos. Em sua 42ª edição, nosso Salão de Humor continuará cumprindo o seu papel, que é o de fazer rir e de também provocar a reflexão e a crítica de toda a sociedade”, afirma a secretária municipal da Ação Cultural de Piracicaba, Rosângela Camolese.

CÉU, PURGATÓRIO E INFERNO – O processo de seleção é rigoroso e democrático. O júri permanece confinado no hotel (na rua José Pinto de Almeida, 877, Centro de Piracicaba), onde analisa todos os trabalhos, utilizando um processo curioso: no centro da sala, três cadeiras são marcadas com os títulos de céu, purgatório e inferno, para onde cada obra será colocada. Se for ruim, vai direto para o inferno. Se for mediano e divide o júri, fica no purgatório e pode ter uma segunda avaliação. Ganham o céu apenas as ilustrações que agrada todos ou, ao menos, a maioria.

Entre considerações e análises aprofundadas alguns critérios primordiais estão presentes o tempo todo no trabalho de seleção. “Habituados com a linguagem do humor, os membros do júri ficam atentos à originalidade das ideias, se há criatividade ou se os recursos gráficos propostos foram bem explorados. Isto tudo, junto com a qualidade da mensagem e o riso devem garantir um conjunto de excelência’, afirma Eduardo Grosso, cartunista e produtor gráfico do Cedhu.

NÚMEROS – A edição desse ano recebeu 2.984 trabalhos, produzidos por 661 artistas de 57 países diferentes. Foram 2776 obras inscritas pela internet e 208 que chegaram pelos Correios. Os países participantes nesta edição são: Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Azerbaijão, Bélgica, Bolívia, Bósnia e Herzegovina, Brasil, Bolivia, Canadá, Cazaquistão, Chile, China, Colômbia, Coréia do Sul, Croácia, Cuba, Chipre, Egito, El Salvador, Emirados Árabes, Estados Unidos, Eslovenia, Espanha, Estônia, Filipinas, Finlândia, França, Grécia, Guatemala, Índia, Indonésia, Irã, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Malásia, México, Montenegro, Holanda, Nigéria, Peru, Polônia, Portugal, República Tcheca, Romênia, Rússia, Sérvia, Sri Lanka, Suécia, Turquia, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão e Venezuela.

HISTÓRIA – O Salão Internacional de Humor de Piracicaba surgiu em 1974, durante a ditadura militar, como iniciativa de um grupo de jornalistas, artistas e intelectuais atuantes no cenário político. A partir do sucesso das primeiras edições e do apoio da turma do jornal carioca “O Pasquim”, importantes cartunistas brasileiros contribuíram para a transformação do Salão em um dos mais conhecidos encontros do humor gráfico no Brasil e no exterior.
É um dos concursos mais antigos do gênero, que se mantém como espaço de reflexão e fruição das artes gráficas através da valorização do cartum, da caricatura, da charge e das tiras. As obras premiadas constituem um rico acervo, com trabalhos por meio dos quais é possível acompanhar as transformações sociais, econômicas, além das relações humanas, questões ambientais e outros assuntos.

SERVIÇO
42º Salão Internacional de Humor de Piracicaba. O júri de seleção se reúne sábado e domingo, 25 e 26 de julho, a partir das 9h, no Hotel Center Flat
Service. O júri de premiação se reunirá no dia 15 de agosto, no Engenho Central.
A abertura oficial e anúncio dos premiados acontecem no dia 22 de agosto, no Engenho Central. Informações: (19) 3403-2620 e (19) 3403-2621. Site oficial: www.salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br

Deixe um comentário