Júri do 40º Salão de Humor avalia recorde de 4.180 obras inscritas

Eduardo Grosso, diretor do Centro de Humor foto Rodrigo AlvesCom recorde de inscrições, o 40º Salão Internacional de Humor de Piracicaba dará mais trabalho ao júri de seleção, que se reúne no Bristol Center Flat neste final de semana (3 e 4 de agosto) para avaliar as 4.180 obras de 966 artistas gráficos de 64 países. Aproximadamente 10% dos cartuns, charges, caricaturas e histórias em quadrinhos enviados devem compor a mostra principal do evento, que será aberta em 24 de agosto, quando também acontece o anúncio dos premiados.

Em 2012, o Salão realizou a maior mostra da história, com 436 obras, selecionadas entre 3.442 inscritas por 845 artistas de 64 países. “O número de peças na exposição é determinado pelo espaço físico do Armazém 14 do Engenho Central e os suportes que recebem os trabalhos. Nos últimos três anos, procuramos alternativas que resultaram no aumento do espaço expositivo, o que possibilitou mais desenhos. Assim, provavelmente chegamos próximo do limite adequado”, esclarece o cartunista Edu Grosso, diretor do CEDHU Piracicaba (Centro Nacional de Humor Gráfico), órgão responsável pelo Salão.

O júri de seleção é composto pelos cartunistas Pryscila Vieira, Natália Forcat, Gilmar, Lucas Leibholz e Paulo Branco, o ilustrador Rafael de Latorre e o professor universitário Celso Figueiredo Neto (veja currículo abaixo). Eles vão analisar a qualidade técnica das obras e a eficiência na transmissão da mensagem presente em caricaturas, charges, tiras/HQ e cartuns, tudo isso somado à proposta principal do Salão de Humor: provocar o riso.

PREMIAÇÃO – Após a análise do júri de seleção, o CEDHU recebe, em 17 de agosto, os membros da comissão de premiação, que percorrem a mostra para extrair os primeiros lugares em cada categoria, além de ter autonomia para conceder menções honrosas.

A melhor obra nas categorias cartum, caricatura, charge e tiras/HQ recebe R$ 5 mil. O mesmo valor é entregue ao Prêmio Temático Futebol e ao Prêmio Júri Popular Alceu Marozi Righetto (com votação pela internet). O melhor trabalho entre os premiados conquista o Grande Prêmio Salão de Humor de Piracicaba – Zélio de Ouro (R$ 10 mil). As obras em Caricatura concorrem ao Prêmio Aquisitivo Câmara de Piracicaba (R$ 3.131,11). Há também o Prêmio Unimed Saúde (R$ 3 mil).

A comissão de seleção é composta por dois membros da Feco (Federação das Organizações dos Cartunistas): o português Carlos Brito e a argentina radicada na Alemanha Marlene Pohle. Há ainda a participação do português Antônio Moreira Antunes e os brasileiros Luciano Magno, Roberto Negreiros Faria Junior, Ciça Alves Pinto e Zélio Alves Pinto, que esteve no júri do Salão em 1974 e incentivou a realização do primeiro Salão.

O Salão Internacional de Humor de Piracicaba surgiu em plena ditadura militar da iniciativa corajosa de piracicabanos, apoiados por Millôr Fernandes, Jaguar, Fortuna, Henfil, Ziraldo, Zélio e Paulo Francis, à época responsáveis pelo irreverente jornal “O Pasquim”. Hoje é considerado hoje um dos maiores e mais tradicionais eventos do gênero no mundo.

Realizado pela Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria da Ação Cultural (Semac) e pelo CEDHU Piracicaba, o Salão de Humor abre a mostra oficial em 24 de agosto, no Engenho Central. A exposição pode ser vista até 20 de outubro.

Comissão de seleção

– Pryscila Vieira – Autora da HQ Amely, publicada na Folha de S. Paulo. Venceu três edições do Salão Universitário de Humor de Piracicaba. Atuou na Gazeta do Povo (PR) e ilustrou vinhetas animadas na Rede Globo.

– Natália Forcat – Argentina radicada no Brasil. Atuou na Revista da Folha de S. Paulo, Caros Amigos, Playboy e Isto É Minas. Teve cartuns selecionados em vários salões, como Piracicaba, Pernambuco e Irã.

– Gilmar Machado Barbosa – Autor de cinco livros de quadrinhos, vencedor do Prêmio HQMix 2012 de melhor cartunista brasileiro e do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.

– Lucas Leibholz – Formado em design gráfico, conquistou prêmios por suas caricaturas em vários salões de humor, entre eles Piracicaba, Caratinga, Ribeirão Preto e Irã.

– Celso Figueiredo Neto – Doutor em comunicação e semiótica, professor da Mackenzie, FAAP, Insper e Trevisan. Publicou os livros Redação Publicitária: Sedução pela Palavra, A Última Impressão é a que Fica e Turbine seu Negócio.

– Paulo Blanco – Cartunista, artista plástico e professor de desenho e pintura com 30 anos de carreira. Ilustrou para as revistas Playboy, Bundas, Pasquim, Gráfica Ilustrada e Diário do Povo de Campinas.

– Rafael de Latorre – Desenhou a HQ Fade Out: Suicídio sem Dor, lançada em 2012, e a HQ The Lost Kids: Seeking Samarkand, com lançamento nos EUA e Brasil ainda este ano.

SERVIÇO – Seleção dos trabalhos do 40º Salão Internacional de Humor de Piracicaba, 3 e 4 de agosto, no Bristol Center Flat (rua José Pinto de Almeida, 877). Abertura: 24 de agosto. Visitas: até 20 de outubro, no Engenho Central. Informações (19) 3403-2615 ou www.salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br.

Deixe um comentário