Mostra Zélio Cartunista chega à Rodoviária de Piracicaba

A Rodoviária Intermunicipal de Piracicaba vai abrigar a partir de quinta-feira (16), a mostra Zélio Cartunista, paralela do 39º Salão Internacional de Humor. Baseada no livro “Zélio – 50 anos de uma Aventura Visual”, do crítico de arte Enock Sacramento, a exposição paralela traz cartuns produzidos pelo artista entre os anos 1950 e 1980.

Zélio Alves Pinto completou cinquenta anos de carreira em 2011, quando a 38ª edição do Salão aconteceu em sua homenagem. Em 1974, ao lado dos responsáveis pelo irreverente jornal O Pasquim (Millôr, Jaguar, Fortuna, Henfil e Paulo Francis), Zélio e seu irmão Ziraldo acreditaram na iniciativa corajosa de um grupo de piracicabanos na criação do Salão.

Ele assinou o cartaz da primeira edição, quando integrou os júris de seleção e premiação. É também o autor dos cartazes de 1975, 1983, 1995 e 1996 e presidiu o evento em 1995 e 1996. Integrou o júri de seleção em seis edições e o júri de premiação em nove.

O cartunista desenhou e dá nome ao troféu entregue aos primeiros colocados nas cinco categorias (cartum, caricatura, charge, tiras e trabalhos temáticos) junto ao prêmio de R$ 5 mil. Além disso, o Salão concede o Grande Prêmio Zélio de Ouro, de R$ 10 mil, ao melhor desses cinco.

Além de cartunista, Zélio é jornalista, escritor e pintor. Nascido em uma família de artistas, ele já teve suas obras expostas no Brasil e no exterior, sempre fomentando eventos relacionados às artes gráficas. Zélio foi diretor do Departamento de Museus e Arquivos de São Paulo e secretário-adjunto de Cultura do Estado de São Paulo.

Recém remodelada, a rodoviária registra movimento de 60 mil passageiros por mês. O local, que ganhou novos guichês, possui 30 empresas operando linhas regionais e de outros Estados, que cobrem 16 estados, com média de 250 partidas por dia.

39ª edição – Considerado um dos maiores do gênero no mundo, o Salão Internacional de Humor de Piracicaba terá sua noite de abertura no dia 25 de agosto, no Engenho Central, onde serão anunciados os vencedores desta edição, com premiação total de R$ 47 mil.

Esta será a maior mostra da história do evento, com 436 obras, selecionadas entre as 3.442 inscritas de 845 artistas de 64 países. Serão expostas 89 caricaturas, 100 cartuns, 76 charges, 78 tiras/HQs, 85 sobre intolerância e oito peças tridimensionais.

A realização é da Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio da Secretaria da Ação Cultural e do CEDHU Piracicaba (Centro Nacional de Humor Gráfico).

Outras duas mostras paralelas podem ser conferidas em Piracicaba. Até 22 de agosto permanece em cartaz Gibi do Glauco, organizada pelo jornal Folha de S. Paulo para marcar a trajetória do cartunista Glauco Vilas Boas (1957/2010). As obras estão no Museu e Centro de Ciências, Educação e Artes Luiz de Queiroz, na Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) e podem ser vistas de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 17h.

No Restaurante Sal e Grill (travessa Campos Salles, 230, Centro) acontece a mostra Desenhos do Salão 2011, com cartuns, caricaturas e tiras premiadas e selecionadas na 38ª edição. Visitas até 14 de outubro, de segunda-feira a domingo, das 12h às 15h e das 19h às 23h.

SERVIÇO – Mostra Zélio Cartunista, paralela do 39° Salão Internacional de Humor de Piracicaba, de 16 de agosto a 14 de outubro, diariamente das 8h às 22h, na Estação Rodoviária Intermunicipal de Piracicaba (av. Armando de Salles de Oliveira, 2277). Informações: (19) 3403-2615 ou www.salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br.

Conteúdo relacionado

Deixe uma resposta