Prêmio Júri Popular do Salão de Humor encerra votações na sexta-feira

O 40º Salão Internacional de Humor de Piracicaba encerra nesta sexta-feira (20) as votações para o Júri Popular Alceu Marozi Righetto. Para participar, basta entrar no site oficial (www.salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br) e escolher a melhor obra entre as 14 concorrentes. Como prêmio, o vencedor recebe R$ 5.000.

Há charges, cartuns, caricaturas, tiras, além de trabalhos nas categorias Futebol e Saúde Unimed. Essas obras receberam menção honrosa do júri de premiação na edição 2013 do Salão. O vencedor será divulgado na sexta-feira (20) pelo próprio site do Salão.

Entre os artistas gráficos concorrentes, quatro são brasileiros: Caetano Cury Nardi, de Ribeirão Preto (SP), em Tiras; Rafael Corrêa, de Porto Alegre (RS), em Charge; Josimar Costa de Lima, de Campinas (SP), em Especial Futebol; e Silvano Mello, de Jaboticatubas (MG), em Saúde Unimed.

Do exterior concorrem Didie SW (Indonésia), em Tiras/HQ; Dario Castillejos Lazcares (Cuba), Pawel Kuczynski (Polônia) e Borislav Stankovic (Sérvia), em Cartum; Toso Borkovic (Sérvia), em Charge; Walter Toscano (Peru) e Pablo Ezequiel Lobato (Argentina), em Caricatura; Igor Kondenko (Ucrânia), Carlos David Hierrezuelo (Cuba) e Vladimir Kazanevsky (Ucrânia), em Futebol.

ALCEU RIGHETTO – O Prêmio Júri Popular Alceu Marozi Righetto foi criado em 2012 para homenagear um dos idealizadores do Salão de Humor. Righetto integrava o grupo de jornalistas e intelectuais piracicabanos que, com o apoio de cartunistas do jornal “O Pasquim”, decidiu se manifestar contra o regime militar.

Em 1978, Righetto tornou-se o primeiro secretário da Ação Cultural em Piracicaba, trabalhando em prol do crescimento do evento. Jornalista, radialista e educador com mais de 30 anos de atuação na rede estadual de ensino, ele morreu em 17 de junho de 2008, aos 70 anos.

A secretária da Ação Cultural (Semac), Rosângela Camolese, explica que o fato do prêmio estar previsto em lei assegura a continuidade da iniciativa nas edições futuras do Salão. “A nossa intenção em criar o Prêmio Júri Popular foi plenamente democrática. Quisemos dar voz ao público que nos prestigia, permitindo que ele se sinta ainda mais acolhido pelo Salão”, diz Rosângela.

Segundo Eduardo Grosso, diretor do CEDHU Piracicaba (Centro Nacional de Humor Gráfico), órgão da Semac responsável pelo Salão, o sucesso do prêmio em 2012, com 3.471 participações, promete se repetir este ano. “A votação pela internet facilita a participação do público, que pode aproveitar mais esse espaço para interagir com o evento.”

O artista catarinense Fabrício Rodrigues Garcia, o Manohead, foi o escolhido do público no ano passado, com caricatura do estadista inglês Winston Churchill. Ele recebeu 1.396 votos.

OFICINAS – O Salão engloba várias ações, entre elas os workshops realizados em parceria com a Oficina Cultural Carlos Gomes, do Governo do Estado de São Paulo.

No próximo sábado (21), das 9h30 às 12h30 e das 14h às 17h, Daniel HDR comanda a oficina de Narrativa Gráfica. São 20 vagas para profissionais das áreas de ilustração, jornalismo gráfico, publicidade e propaganda, design e animação e entusiastas do desenho e de HQ a partir de 15 anos. As inscrições vão até sexta-feira (20) e podem ser feitas pelo telefone do Centro de Humor.

No dia 28 de setembro é a vez do artista gráfico Danilo Beyruth coordenar o workshop A Linguagem dos Quadrinhos, das 14h às 18h. São 20 vagas para interessados em roteiro e desenho com conhecimento na área a partir dos 16 anos. As inscrições vão até quinta-feira (19). O centro recebe, ainda, outros dois workshops nos dias 5 e 19 de outubro, de Gustavo Duarte (Charge Diária) e Avelino (A Cidade Desenhada), respectivamente.

O Salão de Humor traz em 2013 a maior mostra na história do evento, com 442 obras expostas de 64 países. As visitadas seguem até 20 de outubro, com entrada gratuita, no Engenho Central de Piracicaba.

Ao todo são 30 exposições paralelas, a metade no próprio Engenho, e as demais em espaços como a Câmara de Vereadores, Poupatempo, Museu Prudente de Moraes, Casarão do Turismo, Esalq/USP, Rodoviária Intermunicipal, Shopping Piracicaba, Marcenaria – Live Music & Club e Biblioteca Municipal Ricardo Ferraz de Arruda Pinto. Há ainda duas exposições externas, no Teatro Municipal de Araraquara e na Estação do Metrô

Deixe um comentário