Samba e chorinho com o grupo “Corta Jaca” neste Som de Domingo

Corta Jaca_Crédito Valeria AbrasFormado em Campinas, em 2005, o grupo de choro “Corta Jaca” é composto por Gerson Gimenes (bandolim/violão tenor), Rildo Carvalho (violão 7 cordas), Íris Cordeiro (cavaquinho) e Juciê Sousa (pandeiro). Com a formação de músicos experientes, o grupo conduz um repertório eclético no Som de Domingo do dia 7 de junho, às 16h,na Comedoria do Sesc Piracicaba.

Nas apresentações, o grupo passeia pelos sucessos de mestres como Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Ernesto Nazareth, Waldir Azevedo, Altamiro Carrilho, K-Ximbinho, Abel Ferreira, Severino Araújo, Zequinha de Abreu, Nelson Alves e também compositores como Maurício Carrilho, Proveta, Pedro Amorim, Paulinho da Viola, Leroy Amêndoa e muitos outros.

A origem do nome “Corta Jaca” é uma homenagem ao tango de Chiquinha Gonzaga, a primeira pianista de choro do país e a primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil, autora de sucessos eternizados no cenário musical brasileiro, como a marchinha ”Ô abre alas”.

 

Sobre os músicos

Adriano Amorim – Bandolim: Natural de Campinas/SP, bandolinista experiente, filho de uma dos maiores violonista do País, Luizinho 7 cordas, de quem herdou a paixão pela música. Adriano já acompanhou artista como Altamiro Carrilho, Joel Nascimento, Zé Barbeiro, entre outros. Integrou a primeira formação do Choro Bandido (Campinas). Em 2008 gravou o CD Sonata Brasileira – Vol. I

Rildo Carvalho Violão de sete cordas: Natural de Barras – PI, é violonista autodidata. Ao longo de sua carreira tem tocado em grupos de samba e choro, participou de festivais de música instrumental, projetos culturais e eventos e já acompanhou artistas como Nelson Sargento, Noca da Portela, Ilcea Pagodinho, Nananã da Mangueira, Tantinho da Mangueira, Roberto Serrão, Moacir Luz, Monarco, Bira da Vila, Wanderley Monteiro, Jurandir da Mangueira, Osvaldinho da Cuíca, entre outros.

Íris Cordeiro Cavaquinho: Natural de Itapipoca-CE, é um músico autodidata de longa experiência. Participou de diversos grupos musicais e na década de 80 acompanhou artista como Nerino Silva, Jorge Costa, Manezinho da Flauta (sobrinho de Pixinguinha), Ciro Aguiar, Pedro Miguel, Carlos Poyares. Recentemente acompanhou Monarco da Portela, Jurandir da Mangueira, Wanderley Monteiro, Luiz Carlos da Vila, Roberto Serrão, Noca da Portela, Ilcea Pagodinho, Bira da Vila, Tantinho da Mangueira, Moacir Luz, entre outros.

Juciê Sousa – Pandeiro: Natural de Juazeiro do Norte – CE, Juciê é pandeirista experiente, também autodidata e já tocou em vários grupos como Trio Virgulino e Trio Itapuã; participou de festivais em Americanta 2010 (Americana-SP), Festival Instrumental de Avaré 2008, Festival Instrumental de Valinhos 2009, Prêmio Nabor Pires de Camargo, projetos culturais de Campinas (Choro no Bosque/Noite da Seresta) e região com o Corta Jaca.

SERVIÇO
MÚSICA – SOM DE DOMINGO
O que: Corta Jaca
Quando: Dia 7/6, domingo, 16h
Onde: Comedoria do Sesc Piracicaba.
Endereço: Rua Ipiranga, 155 – Centro. Piracicaba/SP.
Quanto: Grátis.
Classificação: Livre para todos os públicos.

Deixe um comentário