Sesc recebe espetáculo “O Anjo da História”

A busca pela memória do período da ditadura militar brasileira na cidade de Piracicaba é o pano de fundo de“O Anjo da História”, que conta a história de um casal que se conhece na Europa e vive em uma constante mudança de países. O espetáculo será encenado no Teatro da unidade do Sesc local na quarta-feira, 4 de novembro, às 20h. Os ingressos já estão à venda e custam R$ 5,00 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo credenciados no Sesc e seus dependentes); R$ 8,50 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola publica com comprovante); e R$ 17,00 (inteira).

Com a colaboração dos grupos Contraponto (São Paulo) e Cascina Barà (Itália) por meio dos atores Paulinho Faria que migrou para São Paulo e depois de passar por diversos grupos inclusive o CPT de Antunes Filho, fundou a Cia Contraponto e Daniela Scarpari que imigrou para a Itália onde fundou o Cascina Barà, o projeto, que tem também o fundador do Grupo Andaime, Antonio Chapéu, é um reencontro dos três artistas para entender o período da ditatura por meio de suas próprias histórias e de pontos de vistas diferentes.

O álbum de fotografia é o “campo de batalha”. É o campo de jogo onde se entrelaça a grande história, as fotos oficiais da ditadura, os grandes monumentos símbolos da violência e resistência e histórias particulares, privadas, aquelas que foram possíveis contar e aquelas que permaneceram escondidas. Três personagens vivem e contam diferentes pontos de vistas sobre as mesmas fotos. Aqui está o drama, a trama, o que acontece entre os três personagens será pontuado por fotos que serão o ponto de partida para fazer viver três versões diferentes dos fatos: daquele de quem fica, de quem retorna e de quem emigra. O ponto de convergência está na complexidade, na pluralidade de olhares que se cruzam, na transversalidade, nas diferentes versões.

Sobre o Diretor, Pietro Floridia

Renomado diretor e dramaturgo italiano, Pietro Floridia desenvolve o seu trabalho em diversos países do mundo. Há muitos anos ele pesquisa as relações entre memória e ritual teatral; que muitas vezes tem dado vida a espetáculos itinerantes e interativos com uma forte participação e atividade da parte dos espectadores. Floridia procura também investigar os fenômenos que estão mudando o nosso mundo. Neste sentido, nos últimos anos, tem se ocupado frequentemente dos temas da imigração, do asilo político e da globalização. Trabalhou como diretor e professor de teatro na Nicarágua, Bolívia, Marrocos, Senegal, Palestina, Líbano e em diversos países europeus. No que se refere à dramaturgia, conduz experimentos de transformação e montagem de entrevistas, investigação e pesquisas antropológicas no território, materiais criados dentro de workshops de escritura de peças teatrais nos quais estes textos se entrelaçam e dialogam com os clássicos da literatura e da poesia.

Sobre o Andaime Teatro

O Andaime Teatro Unimep – Universidade Metodista de Piracicaba foi fundado em março de 1986 e desde então vem se consolidando como importante produtor cultural do interior paulista. Em mais de 29 anos de história teve doze peças encenadas, ultrapassando as 500 apresentações em mais de uma centena de cidades brasileiras de sete Estados diferentes, atingindo um público superior a 160 mil espectadores. Com um trabalho reconhecido pelo público e pela crítica, o grupo recebeu 120 prêmios, destacando-se 15 prêmios de melhor espetáculo em Festivais Nacionais de Teatro dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina, além de um prêmio da Cooperativa Paulista de Teatro. Em 1999, o grupo se apresentou na Itália com o espetáculo “Lugar Onde Peixe Para”. A peça foi encenada no Teatro Comunale di Tesero, Região de Trento, como parte de um intercâmbio cultural com o Centro de Pesquisas Cênicas “Non Solo Danza”. Em 2006, o Andaime realizou uma turnê por quatro estados americanos, com o espetáculo “O Segredo do Café com Biscuit”. Foram quatro apresentações nos Estados Unidos da América, nas cidades de Pulaski – Tenessee, Poultney  – Vermont, New York City, NY e Marietta – Ohio.

Nessa montagem o grupo realiza uma importante parceria com a Cia Contraponto de São Paulo e Coletivo Cascina Barà da Itália.
Ficha Técnica

Elenco: Daniela Scarpari, Antonio Chapéu e Paulinho Faria

Direção e dramaturgia: Pietro Floridia

Assistência de direção e operadora de imagens: Elisa Fingermann (Cia Contraponto)

Preparação corporal: Paulo Faria e Elisa Fingermann

Cenotécnica: Alessio Trillini (Coletivo Cascina Barà)

Cenografia: Pietro Floridia e Alessio Trillini

Figurino: colaborativo

Video Maker, sonoplastia e fotos: Thiago Altafini

Projeto Gráfico: Márcio Abegão

Operador de luz: Tiago de Luca

Operador de som: Jennifer Garcia

Monitor de oficinas: Carlos Jeronimo

Pesquisa: colaborativa

Produção: Núcleo Universitário de Cultura Unimep/Antonio Chapéu

Grupos parceiros: Coletivo Cascina Barà (Itália) e Cia Contraponto (São Paulo)

Realização: Associação Cultural Arte

Duração: 70’
SERVIÇO
[EM.CENA.AÇÃO]

O que: O Anjo da História

Quando: 4 de novembro, quarta.
Horário: 20h
Onde: Teatro do Sesc Piracicaba
Endereço: Rua Ipiranga, 155 – Centro. Piracicaba/SP
Quanto: R$ 5,00 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo credenciados no Sesc e seus dependentes); R$ 8,50 (Aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante); e R$ 17,00 (inteira).

Deixe um comentário