Sinfônica de Piracicaba recebe o violonista Fábio Zanon

Foto: Rodrigo Alves

Foto: Rodrigo Alves

A Orquestra Sinfônica de Piracicaba (OSP) recebe no sábado, 29, o aclamado violonista Fábio Zanon, um dos artistas mais celebrados no cenário internacional, com passagens em mais de 40 países. As apresentações integram as comemorações dos 250 anos da cidade e acontecem sob regência do maestro convidado Thiago Tavares, às 16h30 e às 20h30, no Teatro Municipal Erotídes de Campos, o Teatro do Engenho. A entrada é gratuita

Maestro, escritor, comunicador, professor e produtor cultural, Fábio Zanon esteve recentemente no Tchaikovsky Hall, na Rússia, e em Paris, onde promoveu masterclasses. Tem se apresentado na Europa, América do Norte, América do Sul, Austrália e Oriente Médio. Venceu por unanimidade dois dos maiores concursos internacionais: o 30° Concurso Francisco Tarrega, na Espanha, e o 14° Concurso da Fundação Americana de Violão (GFA), nos EUA. Coordena o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão.
Estreada no ano de 1941 em Montevidéu, Uruguai, a peça Concierto del Sur abre o programa. Obra-prima do repertório latino-americano, a peça de rara execução é dividida em três movimentos, de autoria do compositor mexicano Manuel Ponce. Na sequência, a OSP apresenta Sinfonia nº 2, op. 9 (Antar), de 1897, que trata do triângulo vingança, poder e amor, composta pelo russo Rimsky-Korsakov.
Para o maestro Jamil Maluf, diretor artístico e regente titular da OSP, trata-se de uma oportunidade rara ao público: apreciar, ao mesmo tempo, um dos maiores concertos de violão da América Latina, e a execução de um dos principais instrumentistas brasileiros. “Concierto del Sur é uma obra que permite ao solista explorar ao máximo os acordes e timbres do violão e também demonstrar seu virtuosismo à plateia.”
A regência de Thiago Tavares no concerto faz parte da estratégia traçada por Jamil Maluf, de promover a alternância na batuta da OSP, para que o público tenha cada vez mais contato com maestros que despontam no cenário brasileiro. Tavares é regente assistente da Orquestra Experimental de Repertório, no Theatro Municipal de São Paulo, e participou das temporadas 2015 e 2016 da OSP.
A apresentação vespertina do concerto, às 16h30, tem início com a palestra “O Meu Concerto de Hoje”, com 30 minutos de duração, ministrada pelo próprio Thiago Tavares. É uma forma de o público ampliar sua visão sobre os múltiplos aspectos que cercam o repertório da apresentação e faz parte do programa de formação de plateias da OSP.
HASHTAG – Desde a estreia da temporada, em março, a OSP traz uma novidade ao público durante o Bis: a liberação de smartphones para o registro em fotos, vídeos ou transmissão ao vivo, ao final de cada concerto. As postagens nas redes sociais devem ser feitas com a hashtag #MinhaOSP. “As pessoas querem estar, querem registrar e querem compartilhar. Desta forma, a OSP se aproxima do público e reforça sua presença virtual”, diz Jamil Maluf.
As apresentações da OSP são promovidas com recursos da Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio das secretarias da Ação Cultural e de Educação, com apoio da Oscip Pira 21, Rádio Educativa FM, Jornal de Piracicaba, Revista Arraso, Escola de Música de Piracicaba Maestro Ernst Mahle e Cultura Artística.
A OSP incentiva a doação de fraldas geriátricas, em prol das entidades atendidas pelo Fundo Social de Solidariedade.
SERVIÇO – Concerto da Orquestra Sinfônica de Piracicaba, no Teatro Municipal Erotídes de Campos (avenida Maurice Allain, 454, Parque do Engenho Central). Sábado, 29, às 16h30 (palestra O Meu Concerto de Hoje, seguido do ensaio geral aberto) e às 20h30 (concerto). Entrada gratuita. Informações sobre ingressos: www.sinfonicadepiracicaba.org.br e (19) 3413-5212.

Deixe um comentário