Solo de dança que aborda o nordestino em São Paulo será apresentado no Sesc

Canteiro de obras_Crédito José de HolandaA imigração nordestina inspira reflexões sobre as características sociais, culturais e políticas que formam a cidade de São Paulo e será apresentada nesta quarta-feira (10/6), às 20h, no Teatro do Sesc Piracicaba pelo bailarino Deca Madureira no solo de dança ‘Canteiro de Obras’.

Com retirada de ingressos gratuitos com uma hora de antecedência, o espetáculo mostra o artista explorando o espaço com seu carrinho de mão e as ‘ferramentas’ do seu trabalho, levando o público a um canteiro de obra onde, além de se deparar com experimentações sonoras e rítmicas baseadas em uma construção civil, irá se surpreender com um operário que mergulha na sua rotina e utiliza suas essências culturais e artísticas como ferramentas criativas, construindo seu entorno e reconhecendo a ele próprio. As ferramentas utilizadas são elementos como sombrinha de Frevo, pandeiro, alfaia, DM5 (bateria eletrônica), carrinho de mão, cones sinalizadores e blocos para empilhar. Com a linguagem Brasílica de dança, Deca Madureira monta o cenário ao mesmo tempo em que convida o público a refletir questionamentos como ‘Quem ergue uma cidade? Quem constrói uma comunidade? Quais elementos formam uma pessoa?’.

Diante dessas perguntas são levantadas observações sobre a inserção do imigrante nordestino no mercado de trabalho, o grande número de nordestinos que trabalham na construção civil, limpeza, serviços comuns em comércios e/ou no transporte público, e também dos que atuam no campo das artes, dos engenheiros, arquitetos, empresários, médicos e o fato desses, independente da área de atuação e do tempo que vivem na cidade, não serem lembrados pela sua origem geográfica ou pelo papel que desempenham em uma sociedade.

 

Sobre a Cia Brasílica

A Cia Brasílica foi fundada em 2005 por Deca Madureira e Lucila Poppi, na cidade de São Paulo, com o intuito de difundir a metodologia Brasílica, criada por André Madureira, diretor do Balé Popular do Recife, e estabelecer a linguagem Brasílica de dança.
Alguns anos antes, Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira abriram a escola Brasílica Música e Dança, abrindo portas e quebrando barreiras, para que muitas pessoas se contagiassem com essa pesquisa. Hoje os dois trabalham com sua companhia de dança contemporânea, levando criações ímpares e críticas a um público cada vez maior.
Sob a direção de Deca Madureira, a Cia Brasílica estreou com o Baile do Menino Deus, no Sesc São Caetano, em 2006, e tem em seu repertório espetáculos infantis, de dança interativa, solo, entre outros.

Contato para imprensa:
Deca Madureira: (11) 9.7953-2638 / [email protected]
Lucila Poppi: (11) 9.8696-8437 / (11) 9.9558-3357


SERVIÇO

DANÇA – CORPO EM COMPASSO

O que: Canteiro de Obras com Cia Brasílica
Quando:
Dia 10/6, quarta, 20h.
Onde: Teatro do Sesc Piracicaba.

Capacidade: 150 lugares.
Endereço: Rua Ipiranga, 155 – Centro. Piracicaba/SP.
Quanto: Grátis. Retirada com 1 hora de antecedência.
Classificação: Livre para todos os públicos.

Deixe um comentário