O perverso mora ao lado

psico

Editora Leya

Já disse Caetano Veloso que de perto ninguém é normal. O problema é quando essa anormalidade está perto demais, às vezes dentro da gente mesmo. É disso que fala a psiquiatra carioca com o livro Psicopatas do Cotidiano (Editora Leya, 160 páginas, R$ 29,90).

O subtítulo da obra, que é acessível e sem linguagem acadêmica e empolada, é Como Conviver e Se Proteger. Kátia mostra como pessoas perturbadas estão ao nosso lado, mas de cara desfaz o mito de que psicopata é aquela criatura aterrorizante, com a máscara de Hannibal Lecter. Nada disso, eles na maior parte das vezes têm aparência bem comum.

São seres que sugam a nossa energia, desde aquele que se faz de coitado e nos leva a fazer tudo o que ele quer até aquele que parece viver sempre num palco, como estrela absoluta, e nos reserva o papel de coadjuvantes. A autora traça um perfil claro dos principais tipos, com suas características principais, e nos faz refletir. Principalmente a fazer o leitor pensar sobre o que ele tem de cada um desses tipos.

katia

Katia Mecler

Deixe um comentário