Piracicaba, a doçura da terra

docura-capa-1Piracicaba, a doçura da terra é a obra que encerra a trilogia de Cecílio Elias Netto em homenagem aos 250 anos da cidade – lançada em 28 de agosto de 2017, no Salão Nobre da Câmara Municipal, no contexto das comemorações pelo aniversário de Piracicaba. Este novo livro soma-se aos anteriores: Piracicaba, um rio que passou em nossa vida (2016) e Piracicaba que amamos tanto (2015).

Com edição bilingue (português e inglês) a trilogia contou o apoio cultural das empresas Caterpillar, Cosan e Raízen.

Apaixonado pela terra natal, Cecílio Elias Netto justifica que optou pela trilogia porque se viu incapacitado em traduzir o amor que sente pela cidade em apenas uma obra. “Acho que nem em três, eu consegui. Para dizer o que mais amo em Piracicaba precisaria de uma nova vida para escrever livros e mais livros, como uma Sheherazade contando histórias de mil e uma noites. Dá, sim, para afirmar: não existe cidade mais doce do que a nossa Piracicaba, o que inspirou o título que encerra a trilogia”.

“No primeiro volume desta trilogia, Piracicaba que amamos tanto, pretendi, com meu canto menor, louvar a nossa terra, o torrão que tanto amamos. No segundo volume, Piracicaba, um rio que passou em nossa vida, embriaguei-me com belezas escondidas, com um rio que fertiliza a terra, coisas, pessoas, almas. Neste terceiro volume, Piracicaba, a doçura da terra, a narrativa tem a pretensão de transmitir alguns porquês de nossa singularidade, de uma cultura que – sempre se transformando – não perde as raízes, assume valores sem romper princípios consagrados. A cultura caipiracicabana”, explica o autor.

 

Deixe um comentário