1907: em Piracicaba, indústrias importantes de São Paulo

Em 1907, segundo o livro “Concentração e desconcentração industrial de São Paulo”, de Barjas Negri, três, entre os 21 maiores estabelecimentos insdustriais do interior paulista, estavam em Piracicaba. Sorocaba contava com outros 6 e Campinas com apenas 1.

A mais importante indústria do interior era a Sociedade Ítalo Americana, em Itu/São Roque, da área de fiação e tecelagem, que possuía 1.131 operários e um capital 9.779 contos de réis. Vinham a seguir as empresas Moinho de Santos e Fábrica Votorantim, de Sorocaba. A quarta empresa era a S.A de Piracicaba, da área de açucar, que mantinha 170 operários e capital de 2 mil contos de réis. As outras duas empresas citadas eram a Fábrica Arethusina, de fiação e tecelagem, com 300 operários e capital de 1800 contos de réis e a Dr. A.A Carvalho, de açúcar, com 350 operários e capital de 750 contos de réis.

Deixe um comentário