A escola da fábrica

A Fábrica de Tecidos Boyes – que foi fundada por Luiz de Queiroz – teve uma escola no final do Século XIX, criada pelo sucessor de Luiz de Queiroz, Buarque de Macedo, um dos fundadores também do “Jornal de Piracicaba”. A escola funcionava na Rua Luiz de Queiroz, chamava-se “Escola Cooperativa da Fábrica de Tecidos”, era mista, tinha aulas à noite e, em 1900, contava 90 alunos. Naquele ano, o censo escolar apurou haver 2.372 alunos matriculados nas escolas, lamentando, no entanto, haver 585 crianças que não recebiam instrução alguma. O detalhe importante: Piracicaba era a cidade do interior paulista que tinha o maior número de escolas.

Deixe um comentário