Água a dois vinténs por barril

Foto: mdonatijr

Piracicaba foi uma das pioneiras, em todo o Brasil, no tratamento de água e esgotos para a população. A febre amarela, que causou vítimas fatais em todo o país, havia despertado a preocupação das classes dirigentes para a gravidade do problema urbano. No Rio de Janeiro, Paulo de Frontin começou o serviço de abastecimento em 1889. Em Piracicaba, a “Empresa Hydraulica” fora fundada em 1887.

Para se ter idéia de como a água era, então, servida à população, registrem-se as anotações de Manoel de Arruda Camargo, editor do “Almanak para 1900”. Conta ele:
“A água era distribuída em pipas, colocadas sobre carroças apropriadas, puxadas a burro, em cujo pescoço tilintava um cincerro (campainha grande). Custava dois vinténs ao barril ou um mil réis por mês por barril.”

Deixe um comentário