Em 1914, Escola Normal formou 10% dos professores de São Paulo

Fonte oficial das estatísticas educacionais do Estado de São Paulo, o Anuário de Ensino, datado de 1914 e publicado pela Diretoria Geral de Instrução Pública, indica que, em Piracicaba, a Escola Normal possuía 126 homens e 223 mulheres matriculados naquele ano. No total, 66 foram os diplomados, o que representou 10% do total de novos professores formados em todo o Estado em 1914, num total de 665. Nas demais escolas normais, as matrículas somavam 3.959 alunos.

Naquele ano, o Estado contava 147 grupos escolares, dos quais 27 estavam na capital e outros 120 no interior. Mas a proporção de atendimento era bastante diferente: na capital eram 24.539 alunos em apenas 27 unidades, enquanto no interior as 120 escolas respondiam por 63.660 estudantes. A estatística informava que cada aluno matriculado tinha um custo, para o Estado, de 77$000.

Em Piracicaba, os números indicavam 1.350 alunos matriculados nos grupos estaduais, 2.186 alunos nas escolas isoladas e mais 343 nas escolas municipais. Presumia-se que 24% da população em idade escolar estava sem atendimento.

Deixe um comentário