Estação experimental criada para apoio à cana de açúcar

Foi em 1928 que se criou a Estação Experimental de Piracicaba, no século XXI localizada no quilômetro 2 da Rodovia Fausto Santomauro, que liga Piracicaba a Rio Claro. A decisão coube ao governo estadual, então sob a direção de Julio Prestes, mas apenas em 1930 a iniciativa foi oficializada.

A organização da Estação Experimental ficou sob responsabilidade engenheiro agrônomo José Vizioli, que fora autor de um plano de renovação dos canaviais em todo o Estado, já que a cultura da cana de açúcar fora assolada pela praga do mosaico. E foi justamente no sentido de atender a produção da cana de açúcar que a unidade definiu seus objetivos: pesquisa de outras variedades e sua distribuição, análise e melhoria dos solos mais adequados à cultura e atendimento às consultas dos produtores.

A Estação instalou-se inicialmente numa área de 50 hectares cedida pela ESALQ, só passando a contar com o espaço definitivo, de 204 hectares, em 1944. Ao completar seus primeiros 50 anos, em 1978, seu balanço apontava a introdução de variedades da cana de açúcar em várias partes do Estado, distribuição de mudas de altíssima qualidade aos produtores e desenvolvimento de pesquisas também relacionadas à mandioca, ao sorgo sacarino, arroz, milho e café.

1 comentário

  1. valterl lima em 09/07/2013 às 15:43

    estou procurando jandira domingues que morou na fazenda experimental ,esposo ja falecido edeixou o filho zinho que trabalhava no escritorio da fazenda de piracicaba. peço por gerntileza que alguem que trabalhe na fazenda que conheça essas pessoas,que me envie um email. que sua irma estelita domigues que mora no rio de janeiro deseja se comunicar com ela. por gentileza se comunicar pelo meu email: [email protected]

Deixe um comentário