Ginásio de Esportes, o nome do ídolo

Aconteceu já na década de 50. O basquete tornou-se verdadeira paixão piracicabana, com os times masculino e feminino do XV de Novembro levando multidões aos ginásios, cedendo seus principais jogadores às seleções nacionais.

Waldemar Blatkauskas foi um deles. Nascido em 1938, em São Paulo, começou a jogar aos 12 anos no Clube Regatas de Campinas, transferindo-se depois para São Carlos, onde, além de jogar basquete, formou-se em Educação Física. Veio, então, para Piracicaba defender o XV de Novembro e atuar como professor em Americana.

Atleta privilegiado, além dos vários títulos pelo clube piracicabano, foi tetracampeão sulamericano, vice-campeão panamericano, bi-campeão mundial. A 6 de março de 1964, entretanto, com apenas 26 anos, morreu em trágico acidente de carro, na Via Anhanguera, quando viajava de Campinas a Americana para ver a noiva. Ao tentar ultrapassar um caminhão, seu Fusca colidiu com a traseira de um trator de terraplenagem do DER, sendo, ainda, prensado por um outro caminhão. Blatkauskas morreu no próprio local.

Além de receber o título de cidadão piracicabano post mortem, seu nome passou a denominar o Ginásio Municipal de Esportes, por indicação do vereador Jorge Angeli.

Deixe um comentário