O auge do Tarzan: preferência até na Biblioteca Municipal

Quando Piracicaba conheceu, em 1947, a estatística de funcionamento da Biblioteca Pública Municipal, os números comprovaram um fenômeno que se estendia por todo o país: o imenso número de fãs em torno de Tarzan, o personagem consagrado por Edgar Rice Burroughs. Fora justamente ele o autor a estar no topo da preferência e da retirada de livros dos 7.848 usuários da área de literatura da biblioteca, seguido por Monteiro Lobato e Mme. Dely.

Esta última, também foi uma das mais populares autoras da época, escrevendo romances açucarados e ingênuos.

Deixe um comentário