Os Capuchinhos

Eles chegaram a Piracicaba em 1890. Os primeiros religiosos foram o superior dos capuchinhos em São Paulo, frei Felix de Lavalle, acompanhado por frei Silvério de Rabbi. No mês de maio daquele ano, os frades já faziam seus ofícios na Igreja da Boa Morte. Em junho, novos religiosos chegaram a Piracicaba. Foi em fevereiro de 1891 que adquiriram uma chácara onde se instalaram, dando início à majestosa igreja – que se chamaria Igreja do Sagrado Coração de Jesus – em janeiro de 1893. O grande batalhador pelas obras foi o Irmão Francisco Caetano que, conforme a lenda, chegou a dormir ao relento ao lado de uma onça que, depois, o levou até a fazenda próxima.

No dia 10 de Dezembro de 1895, a igreja recebeu a bênção de D.Arcoverde, Bispo de São Paulo. No ano de 1896, houve grande pressão contra os capuchinhos por parte de protestantes e maçons pela maneira liberal radical como agiam na evangelização. A influência dos capuchinhos em Piracicaba, tanto no campo religioso como social e artístico, foi marcante ao longo de todo o Século XX.

 

 

 

 

Deixe um comentário