Piracicaba, no bi-centenário: 21 bairros, 40 mil eleitores

Quando se iniciaram os festejos do bi-centenário de Piracicaba, em 1967, uma radiografia precisa da cidade já era conhecida. Divulgados pelos jornais em agosto daquele ano, os números indicavam que a cidade contava 40.041 eleitores espalhados por 21 bairros, 6.863 telefones, 1.256 estabelecimentos comerciais, 21 bancos, 2 Caixas Econômicas, 5 escolas superiores, 127 escolas primárias e 11 secundárias, 4 hospitais e 30 farmácias, 7 hotéis e 8 pensões, 112 ônibus,13 sindicatos e 10.576 operários.

Entre os profissionais liberais, o maior número registrado era de dentistas, no total de 129, seguidos por 78 enfermeiras, 72 médicos, 42 engenheiros, 38 advogados, 37 farmacêuticos e 3 veterinários.

Deixe um comentário