Problemas de segurança e trânsito, já em 1946

Corria o ano de 1946. Mas os problemas de trânsito e de segurança já preocupavam a população.

A Estrada de Ferro Sorocabana, cujos trilhos cortavam a área urbana, foi objeto de um acidente que alvoroçou o município, em 1946, envolvendo um trem misto, com dois vagões de passageiros e dois carregados com açúcar.

Segundo registro nos jornais locais, “ao fazer a curva antes da ponte sobre o rio Piracicaba, partiu-se um dos trilhos e o vagão de açúcar descarrilou, continuando a rodar sob os dormentes e também sobre a ponte.” Por pouco, o acidente não levou a que o trem fosse parar no fundo do rio, já que o maquinista conseguiu parar a locomotiva quando já havia transposto mais da metade da ponte. Passageiros, assustados, foram levados até a estação para só então se cuidar da desobstrução da área.

É desta época, também, editorial do jornal “O Diário” alertando contra o excesso de velocidade pelas ruas centrais. “Automóveis e caminhões continuam correndo desabaladamente pelas ruas Governador Pedro de Toledo, Boa Morte e Tiradentes”, alertava o órgão de imprensa, lamentando que a secção de trânsito da Delegacia de Polícia, contasse com apenas dois homens, “sendo um deles pago pela Prefeitura, quando seriam necessário pelos menos seis para se realizar a fiscalização”.

Deixe um comentário