Província, a palavra

O texto abaixo foi publicado em agosto de 1987 no semanário impresso A Província. Recuperamos para lembrar os 30 anos de atuação em Piracicaba.

Província, Provinciae, s.f. Provincia, região conquistada pelos Romanos. Cargos, função, mister. Alguns derivam o nome de Províncere, vencer antecipadamente, porque eram incorporadas ao império romano, após vencidas. Outros, encarando o sentido abstrato do termo (dever, obrigação) fazem-no dimanar de Vincre, amarrar, atar, donde a idéia do dever, da mesma forma que em Obligatio (de Ob e Ligare, atar), obrigação.

Sem o aspecto de anexação ou apossamento territorial, mas com o sentido de medida da jurisdição, temos as províncias religiosas, chamando-se provincial o que chefia a província, nesse sentido. Se contrapusermos província à metrópole, palavra esta de origem grega com a significação de cidade-mãe, capital, cidade cabeça (pois capitalis vem de caput, cápitis, cabeça) província seria, por assim dizer, o interior. Metrópole — cidade principal, capital.

Daí provinciano, com o significado de “Da província, que não é das capitais (p. ext.), matuto, roceiro; s.m. indivíduo da província”.

Conote-se “Serões da Província”, Julio Dinis. De Guerra Junqueiro:

“Se amanhã por acaso alguém, medita nisto,
Te fosse apresentar — Sua Exa. o Christo —
Nos devotos salões do bairro São Germano,
Oh escandalo! oh farça! oh padre omnipotente!
As duquezas, sorrindo aristocratamente,
Achavam-se decerto um Deus provinciano”.

De “A Velhice do Padre Eterno”, trecho de “A Metrópole”, s.f. cidade principal, capital (do grego mais cidade. C. F. o lat. mater, matris, gr. méter).

 

Deixe um comentário