Quadro de Almeida Jr. para Tarsila

Tendo sua história recuperada com mais ênfase nos últimos meses, inclusive como objeto de uma peça de teatro, a pintora Tarsila do Amaral, um dos referenciais do modernismo no Brasil, tem parte de suas raízes e sua formação influenciada por Piracicaba.

Seu pai, José Estanislau do Amaral, nasceu em Itu, morreu em Piracicaba. Sua mãe, Lydia Dias de Aguiar Amaral, era piracicabana. O casamento se deu depois de José Estanislau visitar as terras dos pais de Lydia, em cuja casa permaneceu durante alguns dias, e comprá-las todas para a família.

De suas relações com a cidade, José Estanislau deixou à filha, como presente, um quadro do pintor Almeida Jr, datado de 1899, ano de sua morte. Tarsila recebeu “O Violeiro” em 1906, mas a doação só foi registrada em cartório em 1938, dada a importância que a obra já adquirira.

 

O Violeiro”, quadro de Almeida Júnior, doado por José Estanislau do Amaral, para Tarsila (reprodução do livro “Tarsila do Amaral, a modernista” de Nádia B. Gotlib)

 

 

Deixe um comentário