Teatro Santo Estevão

Um dos mais lembrados teatros de Piracicaba foi o Teatro Santo Estêvão, ilustre desconhecido das novas gerações. Ele se localizava na área próxima ao coreto da Praça José Bonifácio, em continuação à rua São José. Foi uma obra de arte construída por iniciativa da família de Estêvão de Souza Rezende, o Barão de Rezende, razão pela qual se deu, ao teatro, o nome de Santo Estêvão. Grande proprietário de terras, de fortuna incalculável, praticamente doda a região central de Piracicaba pertencia ao Barão de Rezende, incluindo o quarteirão onde se localizava a antiga Prefeitura e a atual Câmara Municipal.

A história da construção do teatro, desde as suas origens, é uma saga. Por longos anos as obras ficaram paralisadas e, por ter servido de depósito de materiais de construção, foi chamado de “Olaria Santo Estêvão”. Sua reconstrução se deu em 1906, história que será registrada no portal A Província.com. Antes, porém, da reconstrução, o Barão de Rezende doou o Teatro à Santa Casa de Misericórdia, da qual era benemérito e patrono. Em escritura passa em 15 de juho de 1922, a Santa Casa vendeu o imóvel à Câmara Municipal, ao preço de 80:000$000, que renderiam, à SAnta Casa de Misericórdia, juro anual de 6%, pago trimestralmente.

Deixe um comentário