Arco com éle!

Esse texto foi publicado em julho de 1988 no semanário impresso A Província. Recuperamos para lembrar os 30 anos de atuação em Piracicaba.

Thales Castanho de Andrade, orgulho da raça, era mestre-escola de crianças na zona rural. Um dia, mandou a criançada preparar-se para um ditado. Foi ditando:

– Tem duas coisas que fazem mar pra saúde: o fumo e o arco.

Mas acrescentou:

– Arco se escreve com ele, de laranja!

*

Rubens de Oliveira Bisson, locutor-símbolo da Rádio Difusora, teve que anunciar o surgimento de uma nova pílula anticoncepcional. Tentou:

– A pírula anti… anti…

Não conseguiu. Completou:

– O caraio daquela pastilha que num deixa fazê nenê!

*

No dia seguinte, Carlos Cantarelli gozou do Bisson:

– Tranquêra! Ocê num sabia dizê “antiprofissionar”?

 

Deixe um comentário