O mudo falou!

Esse texto foi publicado em outubro de 1988 no semanário impresso A Província. Recuperamos para lembrar os 30 anos de atuação em Piracicaba.

Luiz Dias Gonzaga, um dos grandes “coronéis” da política piracicabana, deixou a Prefeitura, elegeu-se deputado estadual. Na Assembléia Legislativa, permaneceu quieto, silencioso, sem nunca usar da tribuna, conforme seu estilo. Os jornalistas ficavam intrigados com aquele silêncio. Um dia, Luiz Gonzaga falou. Virou-se para um colega e perguntou:

– Que horas são?

No dia seguinte, os jornalistas paulistanos publicaram, com destaque: “O mudo falou”.

Francisco de Castro Neves, opositor dos Gonzaga e jornalista em São Paulo, mandou a  notícia para Piracicaba:

– O mulo falou!

*

Jânio Quadros, ex-governador e candidato à Presidência, no auge de seu prestígio, veio a Piracicaba, em campanha. Mário Dedini foi solicitado a ser o anfitrião e os salões da mansão da Rua Santo Antonio se abriram para um banquete, buffet sofisticadíssimo, toda a sociedade piracicabana convidada. Jânio chegou, não cumprimentou ninguém, foi para o seu quarto, e pediu:

– Eu quero cumê arroiz-feijão!

Mário Dedidini ofendeu-se e mandou o recado:

– Manda essa fiadaputa comê arroiz-feijão na casa da mãe dele!

 

Deixe um comentário