O remendo e a sonata

Esse texto foi publicado em agosto de 1988 no semanário impresso A Província. Recuperamos para lembrar os 30 anos de atuação em Piracicaba.

Luciano Guidotti hospedava-se sempre no Hotel Atlântico, em Santos. Um dia, encontra-se com piracicabanos que o cumprimentam, pois Luciano resolvera não mais fazer empréstimos do Estado à Prefeitura. Então, Luciano explicou:

– Num adianta emprestá, despoi tem que pagá mais caro. Sai pior o remendo que a sonata!

*

Campanha eleitoral. Os adversários de Luciano, partidários de Salgot, gritavam o nome de seu ídolo: “Sargô, Sargô, Sargô!”

Luciano, no palanque, respondeu:

– Aqui num tem nem sargô nem adoçô. Quem vai ganhá essa merda de eleição sou eu.

E ganhou.

Deixe um comentário