Alberto Thomazi (Bertico)

14/01/1922 a 01/11/1986

Participou de muitos salões oficiais e mostras de arte e fez várias exposições individuais.
Conquistou medalhas de ouro, prata, bronze e menções honrosas, assim como prêmios aquisitivos. Foi diversas vezes presidente de salões de arte, membro de júris de seleção e premiação.
Foi desenhista na ESALQ (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz), sócio fundador da Associação Piracicabana dos Artistas Plásticos, diretor da Casa das Artes Plásticas de Piracicaba, membro do Codepac (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico e Cultural – Piracicaba), do Conselho Técnico e Consultivo da Casa das Artes, entre outras atividades. Tem trabalhos em galerias e coleções particulares no Brasil e exterior. Seu nome consta de diferentes registros artísticos.
Postumamente tem seu nome em uma rua da cidade, na Galeria de Artes da Casa do Povoador e numa Escola Estadual.

Obras

Rua do Porto
óleo s/ tela – 77 x 51 cm
Acervo da família

_

Maré alta I Paraty
óleo s/ eucatex – 40,5 x 55 cm
acervo Casa das Artes Miguel Outra – XXIV SBAP – 1976

4 comentários

  1. M.Domitila Thomazi em 03/04/2013 às 08:57

    Leio "A Província" cedo, trabalho em Campinas e sempre tem alguma história ou causo que me remete à infância ou adolescência. São fatos que vivi ou ouvi falar. Sei que isso acontece não só comigo mas com piracicabanos espalhados pelo Brasil. Hoje abri e vi reportagem com meu pai e qudros dele na página. Fiquei surpresa e agradecida pois vejo que alguém em Piracicaba se esforça para manter as tradições e a memória piracicabana, tão efêmera para outros meios de comunicação. Está de parabéns "A Província", fazendo que as novas gerações possam entender todo nosso passado e melhorar nosso presente e futuro.

  2. […] Sei que isso acontece não só comigo mas com piracicabanos espalhados pelo Brasil. Hoje abri e vi reportagem com meu pai e quadros dele na página. Fiquei surpresa e agradecida pois vejo que alguém em Piracicaba se […]

  3. Adriana Sachs Cera em 03/04/2013 às 12:54

    Eu me lembro do seu Alberto Thomazi, pai do Mario .adorava seus quadros,seu atelier ,que uma vez tive a oportunidade de entrar.Um abraço pro Mario e família
    Adriana Sachs Cera

  4. luciana rainha em 14/01/2014 às 00:39

    Ah, como me lembro do meu querido padrinho Alberto Thomazi como meus pais o sempre chamou de ‘Bertico”……Me lembro como se fosse hoje, entrar em sua casa sempre tao cheia de novidades, (antiguidades) as garruchas,banco tipo bau,uma infinidade de coisa pela casa e obvio suas telas….Sempre tao lindas,nao entendia muita coisa mas admirava muito o encanto com que ele contava onde tinha ido pintar tal tela e outra…..Amava o studio ver o cavalete a paleta de tintas, como tinha vontade de ter uma igual………o tempo se passou ele ja nao se encontra por aqui a algum tempo e numca falei nada a ele !!!! Padrinho acredito que esteja em umas de suas telas.

Deixe um comentário