Antônio de Pádua Dutra

30/05/1906 a 11/01/1939

Lecionou desenho e era retratista por excelência. Em 1937 conquista o prêmio de aperfeiçoamento artístico dado pelo Conselho de Orientação Artística do Estado de São Paulo e embarca para Europa, onde cursou a Academia de Belas Artes de Florença.
Continuava seus estudos em Nápoles, quando faleceu. Obteve láureas, como medalhas de ouro, prata, bronze e menções honrosas nos salões: Nacional e Paulista. Expôs em São Paulo e também junto com os seus irmãos Alípio, João e Archimedes. Seu nome consta na Pequena História das Artes Plásticas no Brasil, de Carlos Rubens. Suas obras estão em muitas coleções particulares e oficiais, entre as quais Palácio do Governo do Estado de São Paulo, Pinacoteca do Estado e Museu Histórico e Geográfico de Piracicaba. Tem seu nome perpetuado numa praça em Piracicaba, “Praça Antônio de Pádua”. Foi homenageado no 10º Salão de Belas Artes de Piracicaba (1953). Escreveu artigos, poesias e crônicas. Lutou junto com Archimedes Dutra para a introdução da disciplina de Desenho Pedagógico no currículo normalista.

 

Obras

Rua do Porto
óleo s/ tela – 30 x 40 cm
Acervo da família

 

 

 

 

 

Paisagem – 1927
óleo s/ papelão – 24,5 x 31,5 cm
Acervo de Gilberto Outra

 

Deixe um comentário