Renato Wagner

21/05/21 a 21/10/95

Praticou desenho e pintura em sessões com modelos vivos na Associação Paulista de Belas Artes. Foi desenhista publicitário, sendo autor do Selo Comemorativo do Segundo Centenário de Piracicaba. Em 1978, juntamente com Archimedes Dutra, ministrou aulas de desenho aos alunos primeiranistas da ESALQ/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz). Preferia o impressionismo para pintar paisagens, sempre no local, e o estilo mais próximo ao acadêmico para os retratos. Era paisagista por excelência, mas pintava também com maestria flores, naturezas mortas e animais. Em Piracicaba não há recanto que Renato Wagner não tenha pintado. Em seus últimos anos, pintou muito em Itanhaém e Parati. Gostava de experimentar e pintava com o material que encontrasse: sobre lixa grossa, madeira, papel (inclusive jornal). Usou também a borracha escolar e pazinhas de sorvete para seus experimentos. Tem seu nome perpetuado na ESALQ (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) com a Galeria “Renato Wagner” e logradouro público: Av. Renato Wagner. Participou de inúmeras mostras oficiais, no Brasil e no exterior, tendo recebido eprêmios desde menções honrosas até medalhas de bronze, prata e ouro e prêmios aquisitivos. Obras de sua autoria são encontradas em acervos e coleções particulares no Brasil e exterior. Está catalogado no Dicionário Brasileiro de Artistas Plásticos, de Walmir Ayala. Fez 13 exposições individuais.

Rua do Porto (Piracicaba) – 1987
óleo s/ duratex – 63 x 46 cm

Sem título – 1978
óleo s/ duratex – 42 x 33 cm

Deixe um comentário