Melhor gengibirra do que champanha

Guerino Oriani passou para o folclore político de Piracicaba como uma das figuras mais simpáticas e desconcertantes. (V.Candidato prometeu apedrejar a Paulicéia.) Sonhou ser vereador e não conseguiu eleger-se. Mas participava de atos políticos, de reuniões, de encontros.

Certa vez, Luiz Guidotti, líder político e ademarista de primeira linha, ofereceu um jantar para homenagear o governador Adhemar de Barros, em sua belíssima casa nas proximidades do Clube de Campo. E convidou a classe política, autoridades, pessoas conhecidas, jornalistas. Lá estava, também, Guerino Oriani.

Após aperitivos e o lauto jantar, Luiz Guidotti propôs se fizesse um brinde ao governador e os garçons começaram a servir taças de champanha. Quando o garçom se aproximou de Guerino Oriani, este meneou a cabeça, recusando: “Eu prefiro gengibirra do Orlando, que é boa pra arrotá…”

1 comentário

  1. Helio Nepomuceno em 21/11/2012 às 11:38

    heheheh….saudades da gengibirra, era diferenciada mesmo e os arrotos eram certos…….rsssss

Deixe um comentário