Pássaros de Piracicaba: Bem-te-vi-rajado

Bem-te-vi-rajado – Myiodynastes maculatus
Família Tyrannidae

A maior das espécies rajadas da família, com 20 centímetros de comprimento, destaca-se pelo enorme bico e pela cabeça desproporcional ao corpo. Seu porte aproxima-se ao do bem-te-vi (Pitangus sulphuratus). As listras superciliares brancas não se unem na nuca.

Apesar do tamanho, confunde-se bem com a folhagem, usando como recurso as diferenças de luz e sombra da região abaixo da copa. Vive em casais ou grupos familiares e é muito agressivo com outros bem-te-vis-rajados. Sua vocalização mais utilizada parece um soluço agudo, levemente anasalado, repetido várias vezes. Ocupa ocos de árvores abandonados de pica-paus, onde leva folhas e capins para a cavidade, fazendo um ninho propriamente dito. Alimenta-se de artrópodes e frutos.

Pode ser encontrado em florestas, cerrados, capoeiras e jardins. Adapta-se muito bem em áreas urbanizadas, desde que haja arborização densa. É uma espécie de hábitos migratórios, sendo observada nas regiões Sudeste e Norte nos meses mais quentes do ano.

Deixe um comentário