A HISTÓRIA QUE EU SEI (XVII)

Esplendor esportivo
Em 1955, no dia 9 de Outubro, instalavam-se, em Piracicaba, os Jogos Abertos do Interior, certame esportivo criado por Baby Barioni. Para que se realizassem, Piracicaba teria que se organizar, pois tínhamos deficiências de instalações esportivas. Em 1953, o Prefeito Samuel de Castro Neves deu início – sob protestos da oposição – à derrubada das árvores do antigo Bosque do Barão de Serra Negra, visando a construção do Estádio Municipal. O bosque tinha, para se dizer o mínimo, uma espécie de carisma sobre Piracicaba. Em primeiro lugar, porque ficava ao lado do Cemitério da Saudade. E, depois, por estar, também, nas proximidades do antigo “Lazareto”, onde se recolhiam os leprosos. Era um lugar bonito e também misterioso, a ponto de as crianças temerem colher carambolas pois se diziam que “as carambolas são mordidas pelos leprosos”, doentes que, preconceituosamente, eram repelidos pela população. Compreende-se, assim, a repercussão negativa do corte daquelas árvores.

Em 1954, chegavam a Piracicaba duas grandes estrelas do basquetebol masculino: Wlamir e Pecente. O E.C. XV de Novembro, com o apoio de Samuel Neves e de João Basílio, logo em seguida, iniciava a sua trajetória gloriosa no basquetebol. E foi com o time do “Nhô Quim” que Piracicaba se sagrou campeã dos XX Jogos Abertos, com Wlamir, Pecente, Paul a Motta, Buck, Mané, mais os piracicabanos João Arruda e Travaglini. Na presidência do XV, estava o Comendador Antonio Romano e o Departamento de Basquetebol era formado por Fued Helu Kraide e Antonio Kraide, Armintos Raya, José Carlos Pfiffer, Jesus Marden dos Santos, Alvaro Ribeiro, João Batista Antonio Jordão. Alguns anos depois, Antonio Romano exerceria grande influência política, sempre cotado para ser candidato a Prefeito; Antonio Jordão seria uma voz importante aos bastidores políticos e José Carlos Pfiffer, quando da revolução de 1964, chegaria a ministro interino da Agricultura, em substituição provisória do Ministro Hugo de Almeida Leme, seu cunhado.

A partir de 1954, pois, começa a grande ascensão esportiva de Piracicaba, através do basquetebol. Nos Jogos Abertos, Wlamir Marques assombrara o país, sendo o cestinha com 118 pontos. O técnico João Braz chegaria a assessor da Seleção Brasileira de Basquetebol. Em 1955, além de campeão daqueles jogos, o XV de Novembro ficava campeão também de importante quadrangular em Limeira quando, na “Festa de Laranja”, uma figura, nacionalmente conhecida e amada por sua beleza, era a grande atração: Marta Rocha, a segunda mulher mais bonita do mundo, que perdera o título de beleza por causa dos quadris … E, como a prenunciar um futuro também de glórias para o basquete feminino, naqueles Jogos Abertos, quando da inauguração no dia 9 de Outubro, do Ginásio Municipal, duas atletas se enfrentavam: Maria Helena, jogando por São Carlos; Heleninha, por São Vicellte …

João Basílio presidiu os Jogos, recebeu os aplausos por aquele esplendor esportivo que eram em sua administração difícil e conturbada, como que um prêmio ao combalido Samuel de Castro Neves.

Deixe um comentário