Cine Politeama

cine Politeama

Foi um dos mais famosos cinemas de Piracicaba. Como o então Cine Broadway, o Politeama era o chamado “cinema da elite”. Em sua calçada, da esquina da rua Moraes Barros ( onde estava o Banco Commercial, hoje Itaú) à rua São José (onde ficava o café também famoso, Nova Aurora) estava a famosa “calçadinha de ouro”, por onde passeavam e desfilavam as moças da elite piracicabana. Ao lado do cinema, a escola de Comércio Cristóvão Colombo e, também, a bombonnière do Passarela, lugar de encontros discretos e também clandestinos. O casarão ao lado foi sede do mais importante partido político de Piracicaba, o PSD, que abrigou getulistas e juscelinistas, lugar que foi também bar, local de jogo de sinuca, muito frequentado por estudantes da Agronomia.

A área toda é, neste 2009, ocupada por estabelecimentos bancários.

 

3 comentários

  1. Antonio.M.L.Toledo em 07/02/2013 às 18:48

    O Cine Politeama foi sem dúvida o mais tradicional cinema de Piracicaba. Inaugurado em 1954, foi fechado em 1981. Em seu lugar , lamentavelmente foi construido um estacionamento do Bradesco, na Praça José Bonifácio. Depois dele fecharam o Tiffany (ex- Broadway) em 1994, e o Rívoli (ex- Palácio) em 1995. Essa foto do Politeama foi feita no final dos anos 1970, momento em que exibia o filme erótico francês "Histoire d´O".

  2. Rui Fernando Coutinho em 29/10/2014 às 16:48

    Dá muita saudade dessa época em que, além do Cine Politeama, tínhamos os cines São José, Broadway, Colonial, Palácio e Paulistinha em Piracicaba. Bom lembrar, que em uma das salas do prédio em que funcionava o cine Politeama era sede dos cronistas esportivos piracicabanos, onde tratávamos dos interesses da classe e do esporte em geral. Momentos memoráveis passamos ao lado de Ary Pedrozo, Dalgo Migliolo, Duarte Filho, Garcia Netto, Jamil Neto, Júlio Galvão, Ludovico da Silva, Márcio Terra, Maurício Cardoso, Rocha Neto, Rubens Braga e Rubens Oliveira Bisson,

  3. Rui Fernando Coutinho em 29/10/2014 às 19:02

    Permita-me corrigir o nome do saudoso amigo Ary Pedroso, aliás cujo nome completo, Ary de Camargo Pedroso.

Deixe um comentário