Pharmacia Normal

Pharmacia Normal

A farmácia e o Hotel Lago, símbolos de um tempo.

Foto de 1944, de autor desconhecido, mas de tocante recordação para o autor destas linhas. Na foto, estão a célebre Pharmacia Normal, da família Frota, ao lado do Hotel Lago, na rua São José, entre a Praça José Bonifácio e Alferes José Caetano. As árvores derrubadas são resultado da reforma promovida pelo então prefeito nomeado Jorge Pacheco e Chaves. Na esquina, ao lado da farmácia, o bar onde se vendia pastéis e garapa.

A foto não mostra, mas, à direita da farmácia, ficava o Largo do Theatro, referência ao velho Theatro Santo Estêvão; e, quase frente ao Hotel Lago, o célebre bar A Nova Aurora, onde se reunia a juventude dourada daqueles tempos de guerra no mundo. O Hotel Lago, depois do Hotel Central, era o que mais recebia hóspedes ilustres, todos fascinados pelos encantos de dona Rosa, companheira de “Seo Lago”, o dono do hotel. Nele, hospedou-se muitas vezes aquele que seria um dos maiores atores e autores do Brasil, Mário Lago.

Para o autor, são tocantes as recordações pelo fato de, ao lado do Hotel Lago (não aparece na foto), uma casinha pequenina ter sido o lar de sua família, a infância pobre mas feliz dos 1940.

 

Deixe um comentário