Arco, Tarco, Verva: Dicionário do Dialeto Caipiracicabano

Batê

Serve, ao mesmo tempo, para designar o ato do já referido vício solitário – “Ocê bateu quantas esse meis?”, costumava o padre perguntar ao jovem penitente – ou, simplesmente, roubar. Quem rouba, portanto, bate. Quando de escândalos de corrupção em Brasília, jornais piracicabanos noticiam: “Deputados batem o Brasil.”

Deixe um comentário