Arco, Tarco, Verva: Dicionário do Dialeto Caipiracicabano

Cavalo das arma

No folclore e em ofícios religiosos populares, existem os cavalos de almas, instrumento de pais-de-santos, coisas assim. Mas o cavalo das arma é outra conversa. Em primeiro lugar, arma, no caso, significa, como se sabe, alma e não a arma, que nem o revólver por exemplo. O cavalo das arma é o nego grosseiro. Famoso juiz de direito, recém-chegado a Piracicaba, não conseguia entender a reclamação do mulherio: “Meu marido é um cavalo das arma, dotor, num güento mais ele.” Depois, com o tempo, entendeu que se tratava de nego grosso. Quando Davi Barros aparece nos corredores da Universidade, a negadinha fala, sem medo: “Óia lá, o cavalo das arma…” Outra parte da negadinha discorda: “Cavalo, o caraio. Ele é um cavalão das arma.”

 

Deixe uma resposta