Arco, Tarco, Verva: Dicionário do Dialeto Caipiracicabano

Mér de pau

O conhecido mel de abelhas pode ser mel, como já se viu em mé no toco. Mas sempre é mero Lino Vitti, sabe-se, sempre escreve da amada: “Seus lábio tem o mér da fror que ocê é.” Mas o mér bom de verdade, é mér de pau, aquele que abelhinhas produzem em tronco de árvores. Possivelmente, origine-se dessa admirável inspiração da natureza o já conhecido açuca no cacete.

Deixe um comentário