Arco, Tarco, Verva: Dicionário do Dialeto Caipiracicabano

Muié

Palavra mais linda, mais querida, amada e desejada: muié. Muié é muié, piracicabano entende disso. Ele tem a sua própria muié que, enlevadamente, apresenta aos outros: “Essa aqui é minha muié…” E tem sonhos de muié, quando vê outras: “Ah, quanta muié…” E é realista quando a esposa emíte cheque sem fundos: “Muié! Como ocê pode sê tão burra?” E é apaixonado quando descreve o seu amor: “Ai, que puta muié que ela é.” E chora, quando está sem muié: “Tá bebendo por causa da mardiçoenta daquela muié.” E filosofa, diante do amor perdido: “Muié, ê caraio de bicho ruim…” Mas sabe, antes de mais nada: muié é também caraio de belezura pra maí de metro.

Deixe um comentário