Bruno “Bulldog” vence por nocaute técnico e entra na casa do TUF Brasil 4

O piracicabano Bruno “Bulldog” Silva venceu o paranaense Gustavo Sedório por nocaute técnico na estreia da quarta temporada do TUF (The Ultimate Fighter) Brasil, transmitido neste domingo, 05, pela Rede Globo. Com o resultado, Bruno garantiu vaga entre os oito atletas da categoria Peso Galo que seguem para a casa onde será realizado o reality show. Ao todo foram oito lutas no primeiro dia das eliminatórias que definirão os 16 atletas classificados, sendo oito nos Leves e oito nos Galos.

A luta entre Bruno e Sedório foi a sétima e penúltima da noite. Logo no início do combate, o piracicabano desferiu um chute frontal que acertou em cheio o queixo do adversário. Mesmo com o forte golpe recebido, o paranaense não desistiu. Bruno soube controlar bem a luta e no final do primeiro round ainda aplicou um knockdown. Após avaliação no intervalo entre os dois primeiros rounds, o médico da comissão constatou que o maxilar de Sedório estava quebrado e, desta forma, ele não poderia continuar no combate.

O lutador de Piracicaba saiu satisfeito com a performance apresentada, principalmente porque pôde mostrar sua variação de estilos. “Foi uma luta dura. Ele foi muito guerreiro em continuar mesmo após a lesão. Senti que dominei o round todo e foi muito bom para mim, pois consegui mostrar meu boxe, a capoeira, um pouco de chão e o wrestling, ou seja, todas as áreas que procuro desenvolver. Foi um grande combate”, disse.

Bruno encara a oportunidade como algo único na carreira e espera absorver o melhor para seu crescimento profissional. “Nesse programa temos que aproveitar ao máximo tudo que nos é oferecido, o convívio na casa, nos treinamentos, o que nos é passado pelos treinadores e a rotina com o time. A expectativa sempre é de buscar a vitória. Garra e força de vontade não faltam”, definiu.

Em entrevista ao TUF, um dos treinadores desta edição, Maurício Shogun comentou sobre o golpe aplicado por Bruno logo no início. “O primeiro chute que o “Bulldog” deu no Sedório foi um frontal no rosto que pegou bem no queixo, realmente ele fraturou o maxilar, mas mesmo assim continuou lutando”, lembrou.

Lenda do MMA (sigla em inglês para artes marciais mistas), Anderson Silva, também em entrevista ao TUF, mostrou que gostou do que viu. “Foi outra luta muito boa. O Bruno tem um boxe muito bom e o Gustavo (Sedório) também. São dois atletas muito bons. O Bruno tem uma vantagem maior porque ele treina boxe há mais tempo. Então, acho que isso o levou à vitória com mais facilidade”, analisou “The Spider”.

No próximo episódio, serão realizadas as oito lutas restantes da fase classificatória. Após isso, os times serão divididos, com Anderson Silva e Maurício Shogun escolhendo os lutadores que irão treinar.

Deixe um comentário