Engraxate da Matriz

Engraxate da Matriz

No Largo da Matriz, garotos engraxavam sapatos e eram alegres.

Fosse hoje, com a rigidez dos estatudos da criança e do adolescente, os engraxates de Piracicaba talvez tivessem que pedir esmola ou vender drogas para sobreviver. Na foto, da década de 1940, um documento de crianças que engraxavam sapatos tendo o jardim central, no Largo da Matriz, como seu ponto referencial. Eram garotos de 10, 12 anos, que, com suas caixas precárias de engraxar, lustravam sapatos de clientes, levando para casa um dinheiro útil e necessário às famílias. (Naquele mesmo jardim e ao final da década dos 1940, o escrevinhador destas linhas também exerceu, por um período, a função de engraxate. Mas parou logo, por ser incompetente na atividade.)

A época da foto é presumível a partir da imagem da Matriz de Santo Antônio, que foi derrubada, ao final daquela década, por D.Ernesto de Paulo, para a construção da Catedral. Na foto, a figura em destaque, a quem o pequenino engraxate lustra os sapatos, identifica, possivelmente, o radialista Sidney Cantarelli. Do lado esquerdo, a esquina do antigo e histórico Hotel Central.

 

2 comentários

  1. Pedro Paulo V. Krähenbühl em 15/08/2015 às 16:05

    Este engraxate era meu sogro Roque de Oliveira Monteiro.

  2. LINNEU JOSE LIBORIO STIPP em 12/03/2016 às 17:28

    POIS É ESCREVINHADOR CHEFE, PRAECLARUS POR ASCENÇAO COMPETENTE COMO JORNALISTA HISTORIADOR, CARO SOBRINHO

    Exerci com muita alegria a profissao de engraxate no salao do MILTON, que era tambem responsavel pelo chalet de loterias e de jogo do bicho, ficava na Moraes Barros, ao lado da loja de artigos esportivos do Raya.

    Recebiamos por par engraxado, o seu Milton registrava a produçao no final do expediente, conscienciosamente controlado com fichas entregues a cada recebimento…

    Os clientes eram a cada um a seu modo educados, mas um deles…

    o “PANINHO LIMPO” ESSE ERA O FINO DA PICADA.

    Aceitava o convite para engraxar, desde que o seu Milton entregasse ao ilustre profissional da graxa um pano limpo, novinho em folha, imaculado, pois sapato do ome era importante e o ome devia ser tambem.

    Mas esse ilustre provedor de uns trocados tambem era muito bravo nao aceitava a ajuda para conferir os bilhetes de loteria cujas listas estavam anexadas…

    A outra dileta figura caipiracicabana era o Braulio Azevedo.

    Sempre que passava pelo salão parava para vero resultado do jogo do bicho…

    O nobre cidadão parava pra ficar imitando as personalidades por ele criada, ao fazer as conferencias de candidato riqueza…..

    Coisas da vida…

    Engraxates de ontem,Formação de gente, Formação de homens

    Um dia o diploma da gloriosa Escola Tecnica de Comercio Cristovam Colombo, pertencia não somente a FAMILIA ZANIN, pertencia a todos nós BRASILEIROS…

    A DATILOGRAFIA do Colegio Piracicabano…

    Outro Dia os diplomas dos cursos de Ciencias Contabeis mas tambem do de Direito, esses da competente FMU da Capital Paulista…

    Quer engraxar?

    Linneu Jose Liborio Stipp

    M.`. M.´.

Deixe um comentário