Comercial e XV ficam no empate sem gols

XV_de_Piracicaba-SP_logo

Com os atacantes em baixa, Comercial e XV de Piracicaba ficaram no empate, por 0 a 0, neste sábado, no Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto, pela estreia das equipes na Copa Paulista. O Nhô Quim foi melhor no primeiro tempo e soube como anular os pontos fortes do Bafo, que na etapa final mostrou maior eficiência, criando boas oportunidades.

Os times somam um ponto cada no Grupo 2 da Copa Paulista. Agora, os dois times descansam e voltam aos treinos na segunda-feira, pois no próximo final de semana já estarão em campo de novo. No domingo, dia 21, o Bafo encara o Independente, às 10h, em Limeira. Já o Nhô Quim faz seu primeiro jogo como mandante na sexta-feira, às 20h, quando recebe a Ferroviária, no Barão da Serra Negra.

Nhô Quim melhor, mas sem o gol

A aposta de Cléber Gaúcho por Clayton na lateral direita funcionou bem no primeiro tempo. Foi por aquele setor que do Nhô Quim criou as melhores chances. Provando estar bem entrosado, o time piracicabano trocou bastantes passes e fez a bola rolar de um lado para o outro, dificultando a marcação do Comercial.

Com um maior volume de jogo, o XV de Piracicaba teve boa chance para abrir o placar aos 23 minutos. Em papéis trocados, o atacante Rafael Magalhães saiu da área e cruzou rasteiro para o meia Bruno, que na pequena área fez o arremate. O goleiro Marcelo Henrique, porém, fez uma boa defesa.

Jogando em casa, o Comercial teve uma única boa chance de gol somente no último lance da primeira etapa. Antes do apito final, Osman aproveitou o erro de Rodolfo e arriscou de primeira, mas a bola foi pela linha de fundo da meta de Thiago Passos.

Bafo voltou melhor, porém…

Diferente do primeiro tempo, o Comercial voltou para a etapa final querendo o gol e logo pressionou. Aos cinco, Pereira aproveitou a liberdade e bateu colocado, mas a bola passou ao lado esquerdo da meta quinzista. O Bafo continuou pressionando no início da segunda etapa e Hélio criou boa oportunidade ao cabecear com perigo. Aos 16, Pereira fez o cruzamento e Thiago Passos deu um tapa na bola antes da chegada de Richard Falcão.

O XV conseguiu se livrar da macacão do Bafo e foi encontrando espaços param atacar. O Nhô Quim chegou com perigo aos 26. Fabiano serviu Rafael Magalhães, que como um pivô ajeitou para Adilson Goiano. O volante arriscou da entrada da área e a bola foi pela linha de fundo da meta comercialina.

O Bafo ainda criou mais uma ótima oportunidade aos 35. Samuel tabelou com Willian e serviu para Moisés. O garoto avançou em velocidade, invadiu a área e chutou forte. A bola foi pela linha de fundo. Nos acréscimos, Everton Dé poderia ter dado a vitória ao XV, cabeceou e a bola ficou na trave do Bafo.

Deixe um comentário